Chavez confia na aprovação do Paraguai à entrada da Venezuela no Mercosul

Renata Giraldi
Enviada especial da Agência Brasil
Em Toronto (Canadá)

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse ontem (26) à noite que aguarda apenas a aprovação do Congresso Nacional do Paraguai para ser aceito como membro permanente do Mercosul. As informações são da Agência Venezuelana de Notícias (AVN), a imprensa oficial da Venezuela. No entanto, não há data para a votação da proposta de integração da Venezuela, que sofre resistência da oposição ao governo do presidente paraguaio, Fernando Lugo.

Os congressos do Brasil, do Uruguai e da Argentina aprovaram a integração da Venezuela como membro permanente do Mercosul. A decisão, agora, está nas mãos do Paraguai. A entrada de um novo membro só é aceita com a aprovação de todos os sócios do bloco econômico.

Em novembro do ano passando, quando houve a votação no Congresso brasileiro, a proposta dividiu opiniões. A oposição conseguiu adiar as discussões alegando que Chávez não era um líder que respeitava os princípios democráticos exigidos dos membros do bloco. Mas a base aliada ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi vitoriosa e a adesão foi aprovada.

Ontem, Chávez disse ao presidente da Síria, Bashar Al Assad, que “está confiante” na aprovação da integração venezuelana. De acordo com a AVN, Lugo reafirmou a necessidade de o Congresso paraguaio aprovar a entrada da Venezuela no Mercosul, como fizeram Argentina, Brasil e Uruguai. Segundo a agência de notícias, o paraguaio se manifestou durante evento no Chaco, Região Oeste do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos