Brasil e Camarões firmam acordos para ampliar parcerias

Renata Giraldi
Da Agência Brasil
Em Brasília

Pela primeira vez, o atual presidente de Camarões, Paul Biya, visita o Brasil. Ele e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinarão hoje (4) uma série de acordos bilaterais e projetos de cooperação mútua. A ideia é ampliar as parcerias para a redução da malária no país africano, para o estímulo à produção de algodão e o treinamento de técnicos em agricultura.

Desde 2008, Brasil e Camarões mantêm parceria para a produção de algodão e o combate à malária. Foi realizado também um treinamento de técnicos em cacauicultura, orientado por especialistas da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira. Agora o objetivo é ampliar a parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para aperfeiçoar o cultivo do cacau no país.

Em contrapartida, uma missão brasileira deve ir a Camarões para visita às regiões rurais, com o objetivo de conhecer os locais para o desenvolvimento de projetos específicos - de extensão rural, pecuária e cooperativismo, além da produção de mobiliário e biofábrica de mudas de cacau.

Atualmente está sendo desenvolvido um projeto de cooperação trilateral envolvendo o Brasil, a França e Camarões na área de aquicultura – criação de peixes, crustáceos, anfíbios e plantas aquáticas. Há ainda um acordo de cooperação cultural.

Neste ano, Camarões comemora o cinquentenário de reconhecimento da independência, ocorrida em 25 de janeiro de 1960. Em janeiro de 2005, foi reaberta a embaixada brasileira em Iaundé (capital do país).

No século 15, a região de Camarões foi alvo de uma expedição de portugueses. Durante anos, o local virou disputa da Alemanha, França e Inglaterra. Internamente, o país era dividido em dois – Camarão do Norte e do Sul. Os moradores do Sul, a maioria muçulmana, votou pela adesão à Nigéria. Até hoje há tensões na área. Com cerca de 18,4 milhões de habitantes, o país tem duas línguas oficiais: o francês e o inglês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos