Zulmair Rocha/UOL

Chuvas

Deslizamentos de terra deixam ao menos 127 mortos na China

Do UOL Notícias

Em São Paulo

  • AP

    Mulher chora pelos membros de sua família que estão desaparecidos em deslizamento de terra que ocorreram após as fortes chuvas na província de Gansu, na China

    Mulher chora pelos membros de sua família que estão desaparecidos em deslizamento de terra que ocorreram após as fortes chuvas na província de Gansu, na China

Ao menos 1300 pessoas continuam desaparecidas, após os deslizamentos de terra originados na noite do sábado para domingo pelas fortes chuvas que deixaram 127 mortos na província de Gansu, no noroeste da China, confirmaram as autoridades.

Cerca de 117 pessoas ficaram feridas, 29 delas gravemente, e 1.243 foram resgatadas por helicóptero após terem se refugiado em lugares seguros, como áreas altas ou no teto dos edifícios. As chuvas destruíram 1,4 milhão de casas e os prejuízos podem chegar a 275 bilhões de iuanes, ou mais 30 bilhões de euros. Vinte mil pessoas foram retiradas do local, segundo a televisão estatal.

O primeiro-ministro Wen Jiabao chegou no domingo (08) à região devastada. O Ministério de Assuntos Civis enviará nesta segunda-feira tendas de campanha, cobertores, camas e sacos de dormir. As autoridades mobilizaram 3.000 soldados e centenas de profissionais de saúde para as operações de busca e resgate.

"A água do rio Bailong subiu muito e muitas pessoas ficaram presas", declarou à agência Diemujiangteng um funcionário do governo local. "Neste momento, a lama é o principal obstáculo às operações de resgate", informou, acrescentando que em algumas estradas alcançava um metro de altura.

Desde o começo do ano, a chuva forte deixou em toda a China mais de 2.100 mortos ou desaparecidos, provocando a evacuação de 12 milhões de pessoas.

As imagens da televisão estatal mostravam os moradores caminhando sobre ruas cobertas de barro, carros parcialmente sepultados na lama e soldados limpando as ruas com pás, e à procura de sobreviventes.

O nível da água começava a baixar no vale depois que as autoridades destruíram com explosivos uma barreira de escombros que havia bloqueado o fluxo do rio, segundo a Xinhua. Estas são as piores enxurradas do país, em dez anos.

 *Com agências internacionais

 


 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos