Governo do Paraguai informa que Lugo reage bem à quimioterapia

Renata Giraldi
Agência Brasil

  • Afp/Norberto Duarte

    Presidente paraguaio, Fernando Lugo

    Presidente paraguaio, Fernando Lugo

Depois de se submeter à primeira sessão de quimioterapia para a cura de um linfoma, o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, reage bem ao tratamento contra o câncer, sem apresentar mal-estar nem incômodo. Em comunicado à imprensa, a assessoria de Lugo informou hoje (17) que todas as atividades do presidente são constantemente monitoradas pela equipe médica. Ele segue uma dieta alimentar e obedece a uma série de cuidados preventivos.

O ministro das Comunicações do Paraguai, Augusto dos Santos, afirmou que relatórios sobre a saúde de Lugo serão divulgados às terças e sextas-feiras. Ontem (16) a ministra da Saúde, Esperanza Martinez afirmou que o estado geral do presidente paraguaio é bom.

“Neste momento não há risco algum. Por exemplo, só quando ele faz a sessão de quimioterapia é que tem de restringir as atividades, sobretudo, a exposição a um grande número de pessoas, evitando as que estão com gripe ou resfriado”, disse a ministra.

Em São Paulo, no período em que Lugo esteve internado, os exames confirmaram o diagnóstico de linfoma localizado na região da virilha, no mediastino e numa parte óssea da coluna de Lugo. O presidente teve alta no último sábado (14). Inicialmente foram prescritas seis sessões de quimioterapia. O presidente já se submeteu à primeira. A ministra disse que a segunda sessão ainda não foi marcada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos