Irã quer um total de 20 usinas nucleares em funcionamento, avisa parlamentar

Renata Giraldi
Da Agência Brasil
Em Brasília

Um dia depois de anunciar a existência de um plano para a construção de dez usinas nucleares, o governo iraniano informou nesta terça-feira (17) que o objetivo é dobrar este número, elevando para 20 a quantidade de plantas. O objetivo, segundo o vice-chefe da Comissão de Política Externa e de Segurança do Parlamento do Irã, Hossein Ebrahimi, é que uma das usinas esteja em funcionamento no próximo mês. As informações são da rede estatal de televisão iraniana, PressTV.

“Nós pensamos que precisamos criar mais usinas nucleares. O Parlamento aprovou os planos para a criação de mais 20 usinas nucleares e o governo irá construí-las", disse Ebrahimi.

Desde junho, o Irã está sob sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, da União Europeia, dos Estados Unidos e do Canadá. A comunidade internacional desconfia que o programa nuclear desenvolvido pelos iranianos esconda a produção de armas atômicas. Os iranianos negam as suspeitas.

Com a pressão, por meio das restrições econômicas, a comunidade internacional quer que o Irã autorize a fiscalização das usinas nucleares suspeitas e suspenda o programa nuclear.

Independentemente da pressão, o Irã avisou que a Usina de Bushehr, programada inicialmente para ficar pronta em 1999, será a primeira a funcionar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos