Danos provocados por inundações no Paquistão superam 25% do PIB

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O ministro paquistanês das Relações Exteriores, Shah Mehmood Qureshi, afirmou nesta quinta-feira (19) na ONU que as perdas sofridas pelo Paquistão com as inundações são superiores a US$ 43 bilhões.

Esse valor equivale a cerca de 25% do Produto Interno Bruto registrado pelo país em 2009, segundo números do Fundo Monetário Internacional.

Em reunião convocada a seu pedido, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que o tamanho da devastação causada pelas águas faz deste desastre "uma grande prova da solidariedade global nos dias atuais".

"As organizações humanitárias internacionais se mobilizaram ao máximo, mas necessitam de um apoio em massa adicional", advertiu.

De acordo com o secretário, entre 15 e 20 milhões de pessoas foram afetadas pelas chuvas, um número superior ao dos desabrigados pelo tsunami no Oceano Índico em 2004, o terremoto da Caxemira de 2005, o ciclone Nargis em Mianmar em 2008 e o recente terremoto do Haiti, ressaltou.

Além disso, explicou que oito milhões de desabrigados precisam de alimentos, água e abrigo, enquanto 14 milhões necessitam de atendimento médico, principalmente no caso das crianças e das mulheres grávidas.

A Organização das Nações Unidas pede US$ 460 milhões para ações de emergência no Paquistão. Até agora, metade desse valor já foi arrecadada.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos