Efe

Mineiros no Chile

Área onde famílias de mineiros aguardam resgate não receberá espaço para festa, afirma intendente

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

A intendente do Atacama, Ximena Matas, assegurou que não ocorrerá a instalação de um local próprio para festas na região da mina São José, onde são realizados os trabalhos para o resgate de 33 mineiros que se encontram soterrados desde 5 de agosto, informa o portal do jornal chileno El Mercúrio.

A intendente (cargo administrativo indicado pelo presidente), afirmou que o local é uma “zona de resgate” e que é consenso entre as famílias que não há necessidade da construção. Os parentes dos mineiros estão acampados nas proximidades da mina.

O boato da instalação do local de festas ocorre por ocasião da Pampilla, festejo que marca o início do processo de independência do Chile, e que ocorre no dia 18 de setembro. “Conversamos com o governo regional e está absolutamente claro que esta é uma operação de resgate. Se querem participar da Pampilla [festa popular chilena que ocorre entre os dias 18 e 20], podem fazê-lo em outro lugar, não na área da mina São José”.

De acordo com a rádio Cooperativa, a intendente decidiu que, caso os familiares dos mineiros desejem participar das festividades, deverão ir a outras regiões: “Se quiserem ir a Copiapó ou Caldera e celebrar como todos os chilenos este bicentenário [da Independência], é possível. Mas não na área de resgate, uma região seca onde se poderá no máximo partilhar uma empanada [salgado chileno típico].”

Quanto à alimentação dos mineiros, Matas afirmou que ainda está estudando junto a especialistas qual será o cardápio do dia da festividade, mas não descarta enviar “alguma empanadinha”.

A intentende também comentou o descontentamento das famílias dos mineiros pelo demora nos trabalhos de resgate. “Houve um certo desânimo devido à falha na  T-130 [máquina, encarregada do plano B para o resgate, que não avança desde a semana passada devido à quebra de uma peça], o que gerou preocupação e inquietude. Para sanar o problema, houve uma reunião com as famílias para explicar quais foram os avanços até agora e aclarar a situação. Compreendemos [a preocupação], mas esse é o tempo do resgate”. A previsão inicial para o resgate dos mineiros é de ao menos três meses.

*Com informação do portal El Mercúrio

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos