Topo

Jovem acusado por tiroteio no Arizona comparece pela 1ª vez à Justiça

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

2011-01-10T19:59:37

2011-01-10T20:59:09

10/01/2011 19h59Atualizada em 10/01/2011 20h59

Jared Lee Loughner, 22, acusado de ser o autor dos disparos que mataram seis pessoas em um ato político em Tucson, Arizona, se apresentou à corte de Phoenix, capital do Estado, nesta segunda-feira (10).

Algemado e com o cabelo raspado, o acusado esteve em corte por 15 minutos. Loughner ouviu as acusações que pesam contra ele e se limitou a responder "sim" quando questionado se entendia o caso.

Loughner é acusado de tentativa de assassinato da deputada democrata Gabrielle Giffords (que foi atingida na cabeça com um tiro), duas de assassinato em primeiro grau (pelas mortes do juiz federal John Roll e do assistente de Giffords Gabe Zimmerman), e outras duas de tentativa de assassinato de dois outros assistentes da deputada. Ele pode enfrentar a pena de morte se for condenado.

De acordo com a polícia, Loughner teria disparado contra a deputada durante um evento político aberto e depois contra as pessoas que participavam da reunião, no último sábado, antes de ser dominado por pessoas presentes no local.

A advogada Judy Clarke, que representou o terrorista conhecido como "Unabomber" e Zacarias Moussaou, acusado de participação no 11 de setembro, concordou em defender Loughner, e marcou uma apresentação preliminar para 24 de janeiro.

*Com agências internacionais

Mais Internacional