Terremoto no Japão

Nível de radiação no mar perto de usina nuclear no Japão sobe

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

O nível de iodo radioativo nas águas do litoral próximas à usina nuclear de Fukushima Daiichi aumentou para uma concentração 1.850 vezes superior ao limite permitido, informou neste domingo (27) a Agência de Segurança Nuclear do Japão. No sábado, havia sido anunciada uma concentração 1.250 vezes superior à permitida.

O nível de radiação nesta área, que fica a 330 metros ao sul da zona de drenagem dos reatores 1 a 4, aumentou rapidamente nos últimos dias em relação aos dados recolhidos anteriormente. A agência afirma que isso pode indicar um vazamento contínuo de material radioativo da usina nuclear.

Mortos e refugiados

Neste domingo (27), um novo balanço da polícia aumentou para 10.668 o número de mortos no terremoto japonês. Ainda há 16.574 pessoas desaparecidas.

Além disso, cerca de 240 mil pessoas continuam refugiadas em 1.900 centros de evacuação por causa do desastre, que representa a pior crise do Japão após a Segunda Guerra Mundial.

Há, pelo menos, 18 mil casas destruídas e mais de 130 mil prédios danificados, sobretudo nas regiões litorâneas do nordeste japonês, onde as temperaturas abaixo de zero grau, como em Iwate, complicam a situação do desabrigados mais idosos.

Segundo os números oficiais, em Miyagi houve 6.333 mortos, em Iwate 3.152 e em Fukushima 946, enquanto os desaparecidos se contam em vários milhares nessas três províncias, as mais devastadas pelo terremoto e posterior tsunami.

O grande número de vítimas nas províncias de Miyagi e Iwate obrigou as autoridades a enterrar muitas vítimas em valas comuns temporárias, diante da impossibilidade de continuar com as cremações.

Do total de pessoas refugiadas, cerca de 33.500 foram transferidas para outras regiões do Japão, como Niigata, Saitama e Gunma, segundo dados recolhidos pela televisão "NHK".

A maioria delas provém de Fukushima, onde a crise nuclear obrigou a evacuação de uma área de 20 quilômetros e fez com que na sexta-feira o Governo japonês recomendasse aos moradores em um raio de 30 quilômetros a abandonar o local.

Nível de radiação a que estamos expostos e seus efeitos

  • Fonte: The Guardian e Radiologyinfo.org

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos