Topo

Tiroteio em ilha perto de Oslo deixa pelo menos dez mortos; explosivos foram achados no local

Mapaid, Lasse Tur/AP
Imagem aérea da ilha de Utoya, na Noruega. Um homem vestido de policial abriu fogo contra um acampamento de jovens, horas depois de uma explosão atingir um prédio do governo em Oslo Imagem: Mapaid, Lasse Tur/AP

UOL Notícias*

Em São Paulo

22/07/2011 17h06

Um atirador fingindo ser um policial matou nesta sexta-feira pelo menos dez pessoas em uma colônia de férias da juventude trabalhista da Noruega em uma ilha perto de Oslo, informaram meios de comunicação. Mais tarde, a polícia encontrou explosivos não detonados no local.

"Explosivos foram achados na ilha", disse o subchefe de polícia de Oslo, Sveining Sponheim, a repórteres.

Quando ao número de mortos, o porta-voz da polícia Bjoern Erik Sem-Jakobsen, citado pelo site de notícias Nettavisen, afirmou ter recebido informações "sobre a morte de dez pessoas". "Esta situação não é definitiva, mas é o que pudemos estabelecer até agora."

A polícia prendeu um suspeito de ter sido o autor dos tiros na ilha de Utøya, próxima a Oslo. De acordo com testemunhas, ele media cerca de 1,90 m de altura, era loiro e tinha uma aparência nórdica.

"De repente, ouvimos vários tiros. As pessoas tiveram que correr e se esconder. Nos avisaram para deixar a ilha", disse um dos jovens que estava no acampamento à "Associated Press", segundo informações do jornal norueguês "Dagbladet". Mais de 20 ambulâncias foram levadas ao local, que contava com a presença de cerca de 560 jovens.

A ex-primeira-ministra social-democrata Gro Harlem Brundtland havia discursado no acampamento pela manhã. Além disso, estava previsto que o primeiro-ministro norueguês, Jens Stoltenberg, também realizasse um discurso no local no sábado.

O atentado ocorreu pouco depois da explosão de uma bomba no complexo governamental do país, em Oslo, que deixou pelo menos sete mortos.

A explosão da bomba no centro de Oslo e o tiroteio no acampamento de jovens teriam sido ações combinadas, segundo a polícia norueguesa.

*Com agências internacionais