PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vítima do tiroteio no Colorado escapou por pouco de situação parecida no Canadá

Do UOL*, em São Paulo

20/07/2012 13h37

Uma das vítimas do atirador que matou 12 pessoas em um cinema em Aurora, no Estado do Colorado (EUA), nesta sexta-feira (20), havia escapado de uma situação semelhante no Canadá há pouco mais de um mês e meio, segundo informações do site Poynter. O atirador, identificado pelo FBI como James Holmes, 24, foi preso logo após a ação --ocorrida durante uma sessão especial do filme "Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge" --, na qual mais de 30 pessoas ficaram feridas.

No último dia 3 de junho, Jessica Ghawi estava no shopping Toronto Eaton, onde um atirador disparou com uma arma na praça de alimentação e causou a morte de uma pessoa, além de deixar sete feridos. No dia 5 de junho, Jéssica escreveu um post em seu blog sobre o assunto.

Onde foi o tiroteio

"Eu estava no Eaton Center, em Toronto, apenas segundos antes de alguém sair atirando na praça de alimentação. [...]. O que começou com uma ida ao shopping para comer sushi e fazer compras acabou como um dia que mudou minha vida para sempre. A minha missão naquele dia era comer sushi, e quando estou em uma missão, nada vai me parar. Quando eu cheguei ao shopping Eaton Center, fui direto para a praça de alimentação e encontrei um restaurante de sushi. Mas ao invés de comprar, sentar à mesa e aproveitar meu sushi, eu mudei de ideia, que eu não costumo fazer muito, eu decidi que um hamburguer gorduroso e umas batatas fritas dariam conta do recado, e comi correndo".

"Depois, ao olhar para um mapa do local do crime, percebi que minutos após, um homem que estava no mesmo lugar onde eu comi meu lanche disparou uma arma na praça de alimentação. Se eu tivesse sentado para comer sushi, eu estaria no mesmo lugar de uma das vítimas. [...] Eu olhei para o recibo do meu lance, e o horário era 18h20 (hora local de Toronto). O tiroteio começou às 18h23. Se eu não tivesse comido e saído correndo, eu estaria no meio do tiroteio".

Na postagem, Jessica fala ainda sobre sua sorte, e que depois daquele sábado (3 de junho), "eu compreendo completamente o quão abençoada eu sou por cada um dos segundos de vida que eu recebo".

Jessica Ghawi estava começando a carreira de jornalista esportiva e era estagiária em uma rádio esportiva de Denver, também no Colorado. (*Com agências internacionais)

Internacional