PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Maduro usa Maradona, menina cantora cega e passarinhos em último comício

Thiago Varella

Do UOL, em Caracas (Venezuela)

11/04/2013 21h29

O candidato chavista à Presidência da Venezuela Nicolás Maduro usou diversos artifícios para atrair, nesta quinta-feira (11), uma multidão de simpatizantes ao centro da capital Caracas, no comício que encerra sua campanha eleitoral.

Entre eles, a presença do ex-jogador de futebol argentino Diego Armando Maradona, uma menina cantora cega, e uma revoada de passarinhos, que são, nas palavras do próprio Maduro, a forma que Chávez escolheu para aparecer a ele após sua morte. 

MARADONA VAI A COMÍCIO DE MADURO E JOGA BEIJOS AO CÉU PARA CHÁVEZ

Os artifícios de Maduro, somados aos pedidos feitos aos simpatizantes de Hugo Chávez, para que participasse ativamente do último ato de sua campanha, deram certo: os chavistas lotaram o centro da capital venezuelana durante todo o dia. O candidato foi aclamado enquanto passava por carreata, que saiu do palácio Miraflores rumo ao palco da avenida Bolívar.

Durante todo o dia, vários outros palcos paralelos na mesma região da cidade ficaram repletos de chavistas vestindo vermelho e dançando ao som de jingles de campanha e alguns shows de artistas locais.

No país do beisebol, amizade de Chávez com Maradona garante convite

Apesar do esporte nacional venezuelano ser o beisebol --e a grande estrela do esporte, Johan Santana, ser jogador de um time norte-americano--, a escolha do polêmico craque argentino se explica. Maradona é amado entre os governistas venezuelanos por sua amizade com Hugo Chávez, suas defesas de Cuba e dos irmãos Castro, e sua simpatia com o chamado socialismo do século 21.

Durante o governo de Chávez, Maradona visitou a Venezuela em algumas ocasiões, como em julho de 2010, quando ainda era técnico da seleção argentina e havia sido recém-eliminado da Copa do Mundo da África do Sul. Alem disso, um ano depois, o ex-jogador visitou Chávez em Havana, quando este já estava com câncer e passava por tratamento médico na ilha caribenha.

Raio-X da Venezuela

  • Arte/UOL

    Nome oficial: República Bolivariana da Venezuela

    Capital: Caracas

    Localização: América do Sul

    Superfície: 916.445 Km2

    População: 28.459.085

    Moeda: Bolívar

    Idioma oficial: Espanhol

    PIB: US$ 13.200

    Religião: Católica (96%), Protestante (2%), outra (2%)

    Governo: Presidencialista

    Principais atividades econômicas: Indústria petrolífera, agricultura, pesca, pecuária e mineração

Menina cantora cega é criticada em redes sociais por "ativismo polítco"

Além de Maradona, os artistas mirins Lucía Valentina e Carlos "El Potrillo" Romero foram chamados ao palco. A dupla cantou uma música em homenagem a Chávez, e esta não foi a primeira vez que estiveram no palanque com Maduro --os dois maracaram presença constante em atos governistas durante a campanha presidencial.

Lucía, que é cega, foi criticada em redes sociais por seu ativismo político, apesar de ainda ser uma criança.

Em outro momento do comício, Maduro soltou vários passarinhos que voaram em representação a Chávez que, para o candidato, apareceu na forma de pássaro durante o começo da campanha.

Internacional