PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Capriles diz que não reconhece vitória de Maduro e pedirá recontagem de votos

Henrique Capriles quer recontagem de votos na Venezuela - Tomas Bravo/Reuters
Henrique Capriles quer recontagem de votos na Venezuela Imagem: Tomas Bravo/Reuters

Do UOL, em São Paulo

15/04/2013 01h53

O candidato derrotado à presidência da Venezuela Henrique Capriles, 40, representante da oposição, afirmou em pronunciamento na madrugada desta segunda-feira que não reconhece a vitória do governista Nicolás Maduro. Capriles disse que pedirá uma recontagem de votos. "O grande derrotado do dia de hoje é você (Maduro)”, disse Capriles.

A vitória, anunciada pouco antes da 1h desta segunda-feira (15) (horário de Brasília) foi por apertada margem de votação. O candidato chavista Nicolás Maduro, 50, do PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela), teve 50,66% dos votos, contra 49,07% de Capriles, do MUD (Mesa de Unidade Democrática).

A eleição de Maduro foi anunciada pela presidente do CNE (Conselho Nacional Eleitoral), Tibisay Lucena, no primeiro boletim oficial que poderia ser divulgado em caráter "irrevogável". Com 99,12% dos votos apurados, Maduro tinha 7.505.338 votos. O oposicionista Henrique Capriles tinha 7.270.403 votos. Segundo CNE, 78,71% dos venezuelanos aptos a votar participaram das eleições.

CONTA DE MADURO NO TWITTER É INVADIDA POR HACKER

  • Reprodução/Twitter

    O perfil do candidato governista Nicolás Maduro no Twitter (@NicolasMaduro) foi invadido por hackers na noite deste domingo. Os autores dizem ser do grupo lulzsec do Peru. A rede social é um dos principais canais de comunicação do candidato. A conta do partido de Maduro, o PSUV (@partidopsuv), também foi invadida

Internacional