PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Suspeitos de Boston estavam a caminho de festa em Nova York antes de serem pegos

Do UOL, em São Paulo

24/04/2013 15h58

Os irmãos Tsarnaev, suspeitos de serem os responsáveis pelo atentado que matou três pessoas e feriu mais de 200 durante a Maratona de Boston no último dia 15, estavam indo para uma festa em Nova York, na última quinta-feira (18), afirmou Ray Kelly, chefe da polícia nova-iorquina, à NBC News.

Saiba mais sobre os russos suspeitos dos ataques em Boston

  • Os dois suspeitos apontados pelo FBI como responsáveis pelas explosões da Maratona de Boston foram identificados como sendo os irmãos Dzhokhar A. Tsarnaev (à dir.),19, preso pela polícia, e Tamerlan Tsarnaev, 26, morto após tiroteio. Os dois são russos, provenientes de uma região próxima à Tchetchênia, e residentes legais nos Estados Unidos há no mínimo um ano.

Segundo Kelly, a informação foi dada por Dzhokhar Tsarnaev, 19, suspeito pelo ataque e que está internado em um hospital em Boston. Segundo o policial, os irmãos não tinham intenção de promover um ataque em Nova York.

Tamerlan Tsarnaev, 26, morreu na noite de quarta-feira para quinta-feira passada durante um tiroteio com a polícia. Dzhokhar foi preso na sexta-feira quando se escondia em um barco em Watertown.

Durante a captura, o suspeito ficou bastante ferido e foi levado a um hospital de Boston, onde se recupera. Desde segunda, ele vem sendo ouvido pela polícia e se comunica por meio de bilhetes, já que não consegue falar devido a um ferimento na garganta.

Após ataque, suspeito foi à faculdade

Um dia depois do atentado a bomba na Maratona de Boston, Dzhokhar Tsarnaev voltou para a Universidade de Massachusetts Dartmouth como se nada tivesse acontecido. O jovem até mesmo comentou com pesar o que tinha se passado no dia anterior.

"Eu disse 'oi' para ele e comentei sobre a loucura do atentado em Boston. Ele disse: 'É, você sabe, é realmente uma tragédia que está acontecendo aqui, agora. É uma coisa triste", afirmou Zach Bettencourt, colega de Tsarnaev na faculdade, à emissora NBC News.

Uma estudante que não quis se identificar e se disse amiga de Tsarnaev disse ao "Boston Globe" que o suspeito foi a uma festa na noite de quarta-feira , dois dias após o atentado.

A universidade confirmou que Tsarnaev usou a academia de ginástica do campus e dormiu em seu quarto na quarta-feira. Até a quinta, o jovem frequentou as aulas normalmente.

"Eu não acredito que ele teve coragem de voltar aqui e agir como se nada tivesse acontecido", disse à "ABC News" Andrew Glasby, companheiro de quarto de Tsarnaev.

No dia do atentado, Tsarnaev também tuitou sobre o ataque. "Não há amor no coração da cidade, gente, fiquem seguros", escreveu, em inglês, no Twitter

Internacional