PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Prédio desaba na Índia e mata quatro; dezenas estão sob escombros

Do UOL em São Paulo

27/09/2013 03h07Atualizada em 27/09/2013 08h44

Ao menos quatro pessoas morreram e outras dezenas de pessoas podem estar soterradas sob os escombros de um edifício de cinco andares que desabou nesta sexta-feira (27) em Mumbai, na Índia.

O incidente aconteceu por volta das 6h (21h30 de quinta-feira, 26, no horário de Brasília) e, desde então, equipes de resgate realizam trabalho de buscas por sobreviventes.

"Aproximadamente de 80 a 90 pessoas estão presas nos escombros", disse Alok Avasthy, diretor da autoridade nacional de gestão de catástrofes, que confirmou o número de mortos.

Pelo menos 27 pessoas já foram retiradas com vida dos escombros e levadas a hospitais da cidade.   Em um dos resgates mais comemorados, um bebê saiu com vida do prédio após mais de 10 horas preso.

Avasthy informou que 22 famílias moravam no imóvel, que pertence ao município. O prédio era habitado por funcionários do governo local e suas famílias, que receberam um pedido para abandonar o edifício no início do ano.

"O prédio tinha 30 anos. Pedimos aos habitantes que deixassem o imóvel em abril, mas não aceitaram", declarou Vijay Khabale-Patil, porta-voz do governo, que não explicou o motivo da solicitação feita às famílias.

Autoridades indianas enviaram máquinas pesadas para o local do acidente, no sul de Mumbai, para ajudar nos trabalhos das equipes de salvamento. Segundo a imprensa local, várias ambulâncias e unidades dos bombeiros também estão a caminho.

Desabamentos têm se tornado frequentes no país

Os desabamentos em áreas urbanas são frequentes na Índia, pois, na maior parte das obras, são utilizados materiais de má qualidade e as mesmas não obedecem à legislação.

Em abril desde ano, pelo menos 72 pessoas morreram quando um edifício construído de forma ilegal ruiu.  Algumas semanas mais tarde, uma ala de um hospital desmoronou, ferindo ao menos oito pessoas. Em junho, pelo menos dez pessoas, incluindo cinco crianças, morreram quando um prédio de três andares desabou.

Desabamentos sem causa externa se tornaram relativamente comuns na Índia, onde uma enorme demanda por habitação, combinada à corrupção generalizada, muitas vezes resultam em construtores cortando gastos através do uso de materiais abaixo do padrão ou adição de pisos não autorizados. (Com Efe e AFP)

Internacional