Topo

Papa diz que reza para que exemplo de Mandela inspire sul-africanos

Do UOL, em São Paulo

2013-12-06T10:01:18

06/12/2013 10h01

O papa Francisco enviou nesta sexta-feira (6) uma emocionada mensagem de condolências ao presidente sul-africano, Jacob Zuma, pela morte de Nelson Mandela. O pontífice afirmou que "reza para que o exemplo do ex-presidente inspire gerações de sul-africanos a colocarem a justiça e os bens comuns à frente de suas próprias inspirações políticas".

Qual lição Nelson Mandela deixa para você?

No telegrama, Francisco destacou o “firme compromisso de Mandela na promoção da dignidade humana de todos os cidadãos da nação e na edificação de uma nova África do Sul construída nos firmes fundamentos da não violência, reconciliação e verdade".

O papa também se diz triste com a notícia da morte de Mandela e envia suas "orações e condolências" à família do ex-líder sul-africano, aos membros do governo e a todo o povo do país.

O herói africano

  • Prêmio Nobel da Paz por sua luta contra a violência racial na África do Sul, Nelson Mandela - ou Madiba, como é chamado na sua terra natal - passou 27 anos preso e se tornou o primeiro presidente negro daquele país.

    Clique na imagem para saber mais

“Invoco sobre toda a população da África do Sul os dons divinos da paz e da prosperidade”, concluiu Francisco.

Encontro com João Paulo 2º

Quando era presidente da África do Sul, Mandela recebeu o papa João Paulo 2º em setembro de 1995. "Hoje, a África pede que a estimem e a amem pelo que é. Não pede compaixão, pede solidariedade", disse, na ocasião, o papa polonês.

Bento 16 não chegou a se encontrar com Mandela, mas, durante seu papado, elogiou publicamente o líder antiapartheid ao chamado de "promotor do perdão e da reconciliação". (Com agências internacionais)

Mais Internacional