PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vaticano tem maior consumo de vinho per capita no mundo, diz pesquisa

Do UOL, em São Paulo

25/02/2014 17h36

Uma pesquisa feita pelo Instituto do Vinho, na Califórnia (EUA), mostra que o Vaticano consome mais vinho per capita do que qualquer país no mundo. Considerando a população do Estado, a média ficou em 74 litros de vinho por cidadão em 2012, o que daria em torno de 98 garrafas (do tamanho padrão) para cada um –ou oito por mês.

Não é possível associar os números às celebrações pelo novo papa, uma vez que o argentino Francisco só assumiu o papado em 2013. Além disso, segundo disse o colunista Michael Winterbottom, de uma publicação católica, ao jornal “The Guardian”, as cerimônias religiosas que envolvem vinho são minoria.

“Na maioria das vezes, não há vinho com a comunhão”, ele afirmou. E o vinho utilizado não é comprado em lojas comuns, deve ser feito de uvas puras, sem ser misturado a outras substâncias, segundo o especialista.

Então, como explicar tamanho volume alcoólico no Vaticano, cuja população é de 800 pessoas?

A imprensa italiana presume que o segredo esteja em um supermercado, instalado na Cidade do Vaticano, que estaria cobrando impostos mais baixos de seus clientes --nem todos moradores do local--, mas isso não é confirmado.

Outros que também estão na lista dos maiores consumidores de vinho são Luxemburgo (56 litros per capita) e Andorra (46 litros per capita), de pequenas populações. Pode ser que o tamanho desses países esteja distorcendo as estatísticas, já que a pesquisa divide a quantidade de litros pela população inteira (não descartando menores de idade, por exemplo). No Vaticano, não há crianças, somente adultos.

Ainda assim, outra questão a ser respondida (ou investigada): entre 2011 e 2012, enquanto Bento 16 ainda era o papa, o consumo de vinho teve aumento de cerca de 20% no Estado. Seu último ano não deve ter sido mesmo dos mais fáceis...

Internacional