PUBLICIDADE
Topo

Companhia aérea da Argélia perde contato com avião 50 minutos após decolagem

Do UOL, em São Paulo

24/07/2014 06h17Atualizada em 24/07/2014 13h55

A companhia aérea Air Algérie perdeu contato nesta quinta-feira (24) com um de seus aviões 50 minutos após ele decolar de Uagadugu, capital de Burkina Fasso. O voo AH5017 havia partido em direção a Argel, capital argelina. 

Equipes francesas localizaram destroços da aeronave em Mali, no meio do caminho entre as cidades de Gao e Kidal, uma zona desértica de acesso difícil. 

"Os serviços de navegação aérea perderam o contato com um avião da Air Algérie que voava nesta quinta-feira de Uagadugu a Argel, 50 minutos após a decolagem", anunciou a companhia aérea, cujas informações foram divulgadas pela APS, agência estatal de notícias da Argélia. A empresa afirmou ainda que ativou seu plano de emergência.

Relembre os acidentes aéreos recentes

  • 07.mar.2014

    Voo da Malaysia Airlines rumo a Pequim desaparece com 239 pessoas a bordo

  • 17.jul.2014

    Avião também da Malaysia Airlines é abatido em zona separatista da Ucrânia

  • 23.jul.2014

    Avião da TransAsia cai em Taiwan durante pouso de emergência; 48 morrem

  • 24.jul.2014

    Avião da Air Algérie cai no Mali, no oeste da África, com 118 a bordo

Segundo a companhia aérea espanhola Swiftair, dona do avião, estavam a bordo 110 passageiros e seis tripulantes. A empresa declarou que também não consegue contato com a aeronave, um McDonnell Douglas MD-83.

A Swiftair informou em nota que o avião partiu a 1h17, no horário local (22h17 em Brasília), e deveria ter pousado na Argélia às 5h10, mas não chegou a seu destino.

A trajetória do voo AH5017 não estava imediatamente clara.

De acordo com o ministro dos Transportes de Burkina Fasso, Jean Bertin Ouedrago, o piloto do AH5017 pediu para mudar de rota a 1h38 por causa de uma tempestade. O avião enviou sua última mensagem por volta de 1h30, quando fez a solicitação ao controle aéreo de Níger, justificando que havia fortes chuvas na região.

Um diplomata em Bamaco (capital do Mali) afirmou que uma forte tempestade de areia atingiu o norte malinês durante a noite, região que está na rota de voo do avião.

As autoridades argelinas informaram que seu último contato com o voo se deu a 1h55 quando o avião passava por Gao (Mali) e sumiu dos radares.

Issa Saly Maiga, chefe da Agência Nacional de Aviação malinesa, disse que já está em andamento uma operação de busca da aeronave desaparecida.

"Nós não sabemos se o avião está em território malinês", afirmou à agência Reuters. "Autoridades de aviação estão mobilizadas nos países envolvidos: Burkina Fasso, Mali, Níger, Argélia e Espanha."

Burkina Fasso fica ao sul da Argélia, e suas capitais estão distantes em uma linha quase reta passando pelo Mali --o norte do país enfrenta conflitos envolvendo islâmicos ligados à Al Qaeda e separatistas Tuareg.

Lista de passageiros tem 14 nacionalidades

O ministro Jean Bertin Ouedrago afirmou que estavam a bordo do avião 51 franceses, 27 burquinenses, oito libaneses, cinco canadenses, seis argelinos, quatro alemães, dois luxemburgueses, um suíço, um belga, um ucraniano, um egípcio, um nigeriano, um camaronês e um malinês. Os seis tripulantes são espanhóis.

O incidente é mais uma na sequência de ocorrências aéreas internacionais dos últimos dias. Na semana passada, um avião da Malaysia Airlines com 298 pessoas a bordo (a maioria cidadãos da Holanda) caiu no leste da Ucrânia quando voava de Amsterdam (Holanda) para Kuala Lumpur (Malásia). O governo dos Estados Unidos acusa separatistas pró-Rússia que controlam a região de terem derrubado o Boeing  777 que fazia o voo MH17.

Ontem, um avião da TransAsia Airways caiu nas ilhas Penghu, em Taiwan, com 58 pessoas a bordo (a maioria de Taiwan)–ao menos 48 morreram. O avião que fazia o voo GE222 tentava fazer um pouso de emergência quando caiu. Ainda não há confirmações sobre as causas do acidente, mas acredita-se que a passagem do tufão Matmo pela região tenha complicado as condições de tráfego aéreo. (Com agências internacionais)

Internacional