PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Chances de cessar-fogo duradouro 'se evaporam', diz Hamas

Do UOL, em São Paulo

19/08/2014 15h07Atualizada em 19/08/2014 15h13

As chances de alcançar um cessar-fogo duradouro em Gaza nas negociações indiretas com Israel estão "se evaporando", considerou nesta terça-feira (19) um representante do movimento islâmico palestino Hamas.

"Não há progressos nas negociações. As chances de se chegar a um acordo estão se evaporando e os ocupantes sionistas são inteiramente responsáveis por esta situação", declarou Ezzat el-Rishq, um dos líderes do Hamas, que controla Gaza e que é alvo da ofensiva israelense lançada em 8 de julho.

Mapa Israel, Cisjordânia e Gaza - Arte/UOL - Arte/UOL
Mapa mostra localização de Israel, Cisjordânia e Gaza
Imagem: Arte/UOL

Nesta terça, após seis dias seguidos de trégua, militantes palestinos dispararam foguetes contra Israel, que revidou com ataques a Gaza. As Forças Armadas de Israel afirmam que oito mísseis foram disparados de Gaza, sendo que seis deles atingiram territórios israelenses e dois foram interceptados pelo sistema de defesa Iron Dome ("Domo de Ferro"). Não há ainda um balanço de vítimas. 

O governo do premiê israelense Benjamin Netanyahu convocou em seguida seus representantes nas negociações que estavam em andamento no Cairo (Egito).

Na noite de segunda-feira (18), a trégua humanitária na faixa de Gaza havia sido prorrogada por 24 horas para que as delegações de Israel e de palestinos pudessem continuar a negociação no Egito. 

Desde 8 de julho, quando começou a ofensiva israelense em Gaza, mais de 2.080 pessoas morreram, a maioria palestinos. (Com agências internacionais)

Internacional