Topo

Bomba estava em bagageiro de avião, dizem investigadores

Turistas começam a deixar Sharm-el-Sheik - AFP
Turistas começam a deixar Sharm-el-Sheik Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

06/11/2015 07h51

Investigadores britânicos que examinam as causas da queda de um avião russo no Egito acreditam que uma bomba havia sido colocada no bagageiro da aeronava antes da decolagem, disse nessa sexta-feira (6) a imprensa britânica.

A conclusão tem por base conversas interceptadas entre militantes de grupos extremistas na península do Sinai, região onde o avião da companhia Metrojet caiu.

Um dispositivo explosivo teria sido colocado dentro ou em cima de uma das bagagens.

Os governos dos EUA e do Reino Unido manifestaram na quinta-feira que uma bomba é a causa mais provável da tragédia. Já Rússia e Egito afirmam que ainda é cedo para tirar conclusões. 

O avião ia do balneário de Sharm-el-Sheik para São Petersburgo, na Rússia, quando caiu momentos após a decolagem, no último sábado. 

Britânicos que foram autorizados a voltar para casa tiveram permissão para levar apenas bagagens de mão. Companhias aéreas de outros países, como a holandesa KLM, determinaram a mesma medida de segurança.

Após dois dias de voos suspensos, Londres autorizou na noite desta quinta-feira a decolagem de aviões partindo de Sharm-el-Sheikh com destino ao Reino Unido, com a finalidade de repatriar os 20 mil britânicos presentes na cidade egípcia. (Com agências internacionais)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional