Topo

Incêndio atinge hotel de luxo em Dubai na véspera do Ano-Novo

Do UOL, em São Paulo

31/12/2015 16h30Atualizada em 31/12/2015 18h16

Um incêndio de grandes proporções atingiu nesta quinta-feira (31) o prédio de um hotel de luxo no centro de Dubai, nos Emirados Árabes, momentos antes da queima de fogos da celebração do Ano-Novo.

Até o momento, o governo de Dubai afirmou 14 pessoas ficaram feridas, sendo que uma delas sofreu um ataque cardíaco ao sair do local. A polícia afirma que todas as pessoas foram evacuadas do prédio. "Não há relatos de mortes e a evacuação foi concluída", afirma o chefe da polícia de Dubai, coronel Saif Muhair.

Porém o número de pessoas atingidas pode ser ainda maior, de acordo com o relato de um médico à agência Reuters. "Há mais de 60 pessoas que inalaram bastante fumaça ou sofreram pequenos ferimentos causados na aglomeração nas escadas durante evacuação do edifício".

Os primeiros relatos sobre o incêndio começaram a ser divulgados por volta das 22h do horário local (às 16h de Brasília). Vídeos e fotos do fogo consumindo o prédio foram divulgados rapidamente nas redes sociais.

A assessoria de imprensa do governo de Dubai declarou no Twitter "que o incêndio começou na parte externa do 20º andar do hotel e não se espalhou para o lado de dentro". O uso de extintores de incêndio internos teria impedido a propagação do fogo no interior do prédio. Mais de 90% do incêndio estaria sob controle, afirmam as autoridades.

Com 63 andares e 302 metros de altura, o hotel Adress Downtow Dubai fica próximo do Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo com 828 metros, onde acontece a maior celebração de Ano Novo na cidade. 

"Eu não conseguia enxergar nada por causa da fumaça. Meu tio e minha tia foram jantar no hotel e foram levados rapidamente para fora, é uma loucura", disse ao jornal árabe National Newspaper, o empresário Ahmad Al Bader, que estava com amigos no Burj quando o incêndio começou.

Visitante de Dubai, a turista Michelle Duke contou à BBC que "viu uma enorme nuvem de fumaça preta surgindo entre o Burj Khalifa e o hotel".

"O fogo se espalhou muito rápido. Em instantes, o prédio inteiro estava coberto por chamas cor de laranja", disse.

Apesar do incêndio, a queima de fogos no Burj foi realizada.

Mais Internacional