Loteria recorde dos EUA acumula e pode pagar R$ 5 bilhões no próximo sorteio

Do UOL, em São Paulo

  • Eugene Garcia/EFE

    Moradores de Hawthorne, na Califórnia (EUA), fazem fila para apostar na loteria Powerball

    Moradores de Hawthorne, na Califórnia (EUA), fazem fila para apostar na loteria Powerball

Nenhum apostador acertou as cinco dezenas da Powerball --loteria multiestadual dos EUA-- no sorteio realizado neste domingo (10) em Nova York. Deste modo, o prêmio de US$ 947 milhões, que já era o maior da história em uma loteria norte-americana, acumulou para US$ 1,3 bilhão --ou mais de R$ 5 bilhões.

A bolada da Powerball, que corre em 44 Estados, além de Washington e outros dois territórios norte-americanos, passou a valer US$ 806 milhões caso o vencedor escolha o pagamento imediato em dinheiro, em vez de um pagamento anual ao longo de 29 anos.

Os números sorteados às 23h deste sábado em Nova York (2h de domingo em Brasília) foram: 16 - 19 - 32 - 34 - 57.

Devido às poucas probabilidades de acertar as seis dezenas que compõem o prêmio, o sorteio do Powerball já foi realizado 19 vezes desde novembro sem um ganhador, e aumentou o valor do prêmio em cada uma dessas vezes.

Caso haja um ganhador na próxima quarta-feira (13), ele poderia escolher entre obter o valor total em parcelas anuais ao longo de 30 anos ou levar o dinheiro de uma vez só, o que rebaixaria a soma cerca de US$ 806 milhões, segundo o site do Powerball.

A esses milhões seria necessário aplicar uma aliquota de 25% de impostos federais e, dependendo do Estado em que viva o ganhador, também taxas estaduais.

Neste sábado, antes do sorteio, as caixas registradoras do Estado de Nova York estavam a todo vapor, vendendo os bilhetes da Powerball a um ritmo de US$ 1,7 milhão por hora, de acordo com funcionários.

Os compradores dos bilhetes se mostram muito entusiasmados, apesar das chances remotíssimas de se ganhar o prêmio, segundo os estatísticos: uma em 292 milhões.

Por meio de um e-mail, o professor de bioestatística na Universidade de Buffalo Jeffrey Miecznikowski disse que um norte-americano 25 vezes mais chances de se tornar o próximo presidente dos Estados Unidos do que ganhar a Powerball.

Ou dito de outra maneira: as chances são as mesmas que jogar uma moeda 28 vezes e dar cara em todas elas. (Com Reuters e Efe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos