Nevasca bloqueia milhares de carros por mais de 12 horas em Estado americano

Do UOL, em São Paulo

  • Austin Anthony/Daily News/AP

    Srikanth Bellamkonda tenta livrar seu carro da neve, em Bowling Green, no Estado de Kentucky (EUA)

    Srikanth Bellamkonda tenta livrar seu carro da neve, em Bowling Green, no Estado de Kentucky (EUA)

A tempestade Jonas, que atingiu a Costa Leste dos EUA nesta madrugada (23), deixou milhares de veículos bloqueados em uma estrada no Estado de Kentucky. 

Forças de resgate estão levando água, combustível e comida para as pessoas presas em seus carros na estrada interestadual 75. Após o episódio, o tráfego foi bloqueado. 

De acordo com a rede CNN, a fila de carros se estende por mais de 35 km. A espera pela liberação da estrada deve levar pelo menos 12 horas. 

Pelo menos 10 pessoas morreram nas estradas de vários Estados em acidentes relacionados com a forte tempestade de neve e vento que atinge neste sábado (23) a região e que obrigou a declaração do estado de emergência em nove estados.

As mortes foram ocasionadas por acidentes de trânsito causados pelo temporal em Carolina do Norte (5 mortes), Tennessee (2), Kentucky (1) e Virgínia (1) até a madrugada de sexta-feira (22), informaram os corpos policiais desses Estados.

A maioria de acidentes aconteceu quando os motoristas perderam o controle de seus veículos por causa do gelo na pista e pelos fortes ventos.

Os Estados de Carolina do Norte, Virgínia, Maryland, Delaware, Pensilvânia, Kentucky, Virgínia Ocidental, Nova Jersey e Tennessee, assim como o Distrito de Columbia, onde fica a capital Washington, declararam o estado de emergência.

Além disso, 114 mil lares ficaram sem fornecimento de energia na Carolina do Norte, informou a companhia Duke Energy. Os cortes no serviço também se estenderam para Estados vizinhos como Carolina do Sul, Kentucky, Tennessee, Virgínia e Virgínia Ocidental.

A costa leste dos Estados Unidos começou a enfrentar na sexta-feira a grande tempestade Jonas, que deve durar pelo menos 36 horas e deixar um acúmulo de 30 a 71 centímetros de neve, com ventos de até 96 km/h.

A capital do país, Washington, está no centro de uma tempestade que tem em alerta máximo 29 milhões de pessoas e deve afetar de alguma maneira a rotina de um total de 85 milhões, de Atlanta a Nova York.

A prefeita da capital, Muriel Bowser, advertiu hoje que se trata de uma tempestade "de vida ou morte", que as autoridades estão encarando como um assunto "de segurança nacional".

Washington vive uma expectativa especial por conta da tempestade, já que a cidade não está acostumada a lidar com o acúmulo de neve, que pode inclusive superar o recorde de janeiro de 1922, quando 71 centímetros cobriram as ruas da cidade.

Em menos de sete horas de tempestade, Washington e as regiões limítrofes à Virgínia já registravam acúmulos de neve de entre 7 e 15 centímetros.

Está previsto que Nova York receba a forte tempestade a partir de amanhã, e o prefeito, Bill de Blasio, pediu aos moradores que fiquem em casa todo o fim de semana até que as autoridades possam retirar a neve, que pode alcançar 30 centímetros de acúmulo. (Com agências internacionais)

Frio no hemisfério Norte 2015-2016
Frio no hemisfério Norte
 
 
2015-2016

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos