Um cão morre e outro se fere gravemente após voos em companhia australiana

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook/Arjun Sivadasan

    Calvin se feriu gravemente após voar pela companhia Jetpets

    Calvin se feriu gravemente após voar pela companhia Jetpets

Um mastiff francês morreu e um golden retriever chegou coberto de sangue, com quatro unhas das patas faltando, durante uma viagem pela companhia de transporte aéreo de animais Jetpets.

A dona do mastiff, Anne Rewari, disse que estava com o coração partido ao saber que seu cachorro Nui tinha morrido durante um vuo de Bunbury, na Austrália Ocidental, para Wellington, na Nova Zelândia, na última sexta-feira (29).

"Estou profundamente perturbada e totalmente decepcionada pela maneira como o escritório de Melbourne da empresa lidou com todo este assunto", escreveu ela na página da Jetpets no Facebook, segundo o "7 News".

"Infelizmente, Nui foi encontrado morto na chegada em Auckland", disse a Jetpets em um comunicado. "Os resultados iniciais indicam que Nui morreu de causas naturais e os resultados finais estarão disponíveis nos próximos dias. A Jetpets sente a dor da perda e se solidarizar com a família".

Reprodução/Facebook/Arjun Sivadasan
Calvin perdeu 4 unhas após viajar pela companhia Jetpets

Mas, ainda segundo o "7 News", não foi só isso. Em outro voo da mesma companhia também na sexta, o golden retriever Calvin chegou gravemente ferido.

O dono do animal, Arjun Sivadesan, disse que estava esperando uma maravilhosa reunião com seu cão Calvin que voou de Melbourne para Brisbane, mas em vez disso, eles passaram a tarde no veterinário.

"Foi uma visão trágica quando o vi", disse Sivadesan ao se encontrar com seu cachorro coberto de sangue no aeroporto. "Não tenho palavras para descrevê-lo. Ele está com muita dor e não consegue andar muito."

"Eles tratam os animais como carga. Eles os colocam em uma gaiola e os fazem voar", desabafou Sivadesan.

De acordo com o dono do golden retriever, o animal já tinha voado outras vezes e tudo correu normalmente. Dessa vez, ele recebeu uma mensagem quando o cachorro chegou em Brisbane alertando-o que o cão tinha alguns ferimentos e tinha perdido uma unha.

Reprodução/Facebook/Arjun Sivadasan

"Temos orgulho do serviço que prestamos e fazemos nosso melhor para proporcionar uma experiência positiva tanto para o animal de estimação que está viajando e seu proprietário, e, claro, estamos muito chateados que este não foi o caso de Calvin e seus donos", disse um representante da Jetpet em um comunicado.

"Se um animal de estimação apresentar sinais de estar muito ansioso ou estiver demonstrando comportamento que pode causar automutilação, tanto a Jetpets quanto nossos parceiros aéreos não irão permitir que o animal de estimação viaje, e o proprietário será contatado."

O porta-voz disse que Calvin parecia confortável e relaxado antes do voo, não é o que parece pelas imagens.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos