Topo

Terremoto sacode América Central e gera alerta de tsunami

Homem carrega balde em bairro de Bluefields, na Nicarágua, antes da passagem do furacão Otto - Inti Ocon/AFP
Homem carrega balde em bairro de Bluefields, na Nicarágua, antes da passagem do furacão Otto Imagem: Inti Ocon/AFP

Do UOL, em São Paulo

24/11/2016 18h15

Um terremoto de magnitude 7,2 originado nesta quinta-feira (24) em El Salvador sacudiu grande parte da América Central e provocou um alerta de tsunami, informou o Ministério do Meio Ambiente e Recursos Naturais do país (MARN).

Ainda não houve relatos sobre vítimas ou danos materiais graves devido ao tremor, que aconteceu às 12h43 (hora local; 16h43 de Brasília) em Usulután, foi sentido em todo El Salvador e obrigou diversas instituições a esvaziar edifícios como prevenção contra possíveis desabamentos. O terremoto também foi sentido na Nicarágua e na Costa Rica.

Segundo o MARN, um tsunami com ondas de 30 centímetros a 1 metro de altura "pode gerar fortes e incomuns correntes oceânicas e inundações de menor consideração em praias, estuários e baías, áreas de portos e píeres".

Além disso, o órgão advertiu para o risco de inundações e danos em residências, restaurantes e hotéis próximos à costa.

O governo recomendou que a população se afaste de zonas litorâneas e vá, "se possível, em direção a regiões altas ou a qualquer lugar seguro fora da área de risco". Além disso, pediu que tripulantes de pequenas e médias embarcações "evitem zarpar nas horas seguintes ao terremoto".

Já a Nicarágua decretou estado de emergência em todo o país por estar sendo afetada pelo furacão Otto, de categoria 2, e sob alerta de um tsunami após o terremoto.

"Diante da emergência nacional gerada pelo furacão Otto e pelo terremoto que acaba de ter impacto em nosso litoral e com consequências imprevisíveis (...), declara-se estado de emergência nacional em todo o país", disse a primeira-dama e coordenadora do Conselho de Comunicação e Cidadania, Rosario Murillo. (Com agências internacionais)

Mais Internacional