Avião militar russo cai na Sibéria e deixa 32 feridos

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Avião militar russo decolou de Kansk e fez pouso forçado em Tiksi

    Avião militar russo decolou de Kansk e fez pouso forçado em Tiksi

O Ministério da Defesa da Rússia informou nesta segunda-feira (19) que um de seus aviões caiu no nordeste da Sibéria com 39 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes, ao tentar um pouso de emergência próximo a uma base militar da era soviética.

Ninguém morreu no incidente, mas 32 pessoas foram levadas ao hospital, 16 delas em estado crítico, segundo as agências de noticias russas.

O avião IL-18 caiu a cerca de 30 quilômetros de uma base aérea próxima da cidade de Tiksi, na República da Iacútia, por volta das 4h45 no horário local, disse a agência de notícias TASS.

Fortes ventos podem ter forçado o avião a realizar um pouso de emergência, disse o vice-chefe do governo regional, Alexei Kolodeznikov, de acordo com a agência de notícias Interfax.

O Ministério da Defesa informou que uma equipe de investigadores militares foi enviada ao local da queda.

O voo teria partido da base militar de Kansk.

As vítimas são oficiais da região de de Krasnoyarsk na Sibéria, de acordo com uma fonte do ministério de Situações Emergência. (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos