Explosão de carro-bomba deixa mortos na Turquia

Do UOL, em São Paulo

  • Twitter/ Turkey Watch

Pelo menos duas pessoas foram mortas e sete ficaram feridas na explosão de um carro-bomba perto de um tribunal na cidade litorânea turca de Izmir, nesta quinta-feira (5).

O prefeito de Izmir, Erol Ayyildiz, disse que duas pessoas morreram no ataque: um policial e um funcionário do tribunal. Ayyildiz disse que cerca de sete pessoas foram feridas.

Segundo Ayyildiz, um segundo carro-bomba foi detonado próximo ao local.

Após o ataque, que ocorreu por volta das 16h horas (11h em Brasília), policiais e três suspeitos trocaram tiros. Segundo a mídia local, dois dos três suspeitos que teriam organizado o ataque foram mortos pela polícia durante o tiroteio.

De acordo com a emissora CNN Turk, a explosão aconteceu em frente à porta usada por juízes e promotores para entrar no edifício. Segundo a emissora, seguranças perceberam a movimentação dos terroristas, que então detonaram os explosivos.

O prefeito de Izmir afirmou que as autoridades suspeitam que os rebeldes curdos do PKK são os responsáveis pelo atentado. "Os primeiros elementos indicam que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) está por trás do ataque", disse Erol Ayyildiz à imprensa.

Segundo o jornal "Hurriyet", o Ministério das Comunicações da Turquia impôs uma censura temporária à mídia nas informações sobre o caso, como o país tem feito nos casos de atentados terroristas.

Várias ambulâncias e unidades da polícia se deslocaram até o local da explosão.

Izmir é uma movimentada cidade portuária localizada no litoral do Mar Egeu. Ela é a terceira maior cidade da Turquia e tem mais de dois milhões de habitantes. (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos