O que se sabe sobre a morte do irmão de Kim Jong-un na Malásia?

Do UOL, em São Paulo

  • Joongang Sunday/AFP

    Kim Jong-nam, filho do primeiro casamento de Kim Jong-il e meio-irmão de Kim Jong-un

    Kim Jong-nam, filho do primeiro casamento de Kim Jong-il e meio-irmão de Kim Jong-un

Nesta segunda-feira (13), as autoridades da Malásia informaram a morte de um cidadão norte-coreano, identificado como Kim Chol, em um aeroporto de Kuala Lumpur, capital do país. Segundo fontes do governo sul-coreano, a vítima seria Kim Jong-nam, meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

O regime norte-coreano ainda não se pronunciou sobre o episódio, apesar de autoridades do país terem sido deslocadas para acompanhar o caso na Malásia.

Segundo o jornal local "The Star", representantes da delegação da Coreia do Norte não queriam que fosse realizada uma necropsia do corpo e pediram a sua liberação, o que foi negado pelo governo malaio. Afinal, o que já foi confirmado sobre o episódio?

Mais velho

Kim Jong-nam é meio-irmão de Kim Jong-un e filho mais velho de Kim Jong-il. Jong-nam chegou a ser considerado um possível sucessor do pai, mas acabou caindo em desgraça em 2001 após tentar entrar no Japão com um passaporte falso, supostamente com a intenção de visitar a Disney de Tóquio.

Fruto da relação entre Kim Jong-il e a atriz Song Hye-rim, Kim Jong-nam emigrou à China em 1995 e vivia desde então entre Pequim e Macau amparado pelo governo chinês e focado em investimentos. Ele não ocupava nenhum cargo oficial e era conhecido como um defensor da reforma da Coreia do Norte.

Versões para o crime

Duas versões surgiram sobre a morte de Kim Jong-nam. A primeira dava conta de que ele teria sido envenenado por agulhas por duas mulheres não identificadas no aeroporto de Kuala Lumpur. Depois, falou-se que ele foi atacado por um spray tóxico também por duas mulheres.

O norte-coreano morreu enquanto era levado para um hospital de Putrajaya, capital administrativa do país, após passar mal e antes de embarcar em um avião com destino a Macau.

Suspeita presa

Uma mulher com passaporte vietnamita foi detida por suspeita de envolvimento no assassinato. Ela foi identificada como Doan Thi Huong, 29. Acredita-se que ela estava no aeroporto para pegar um voo para o Vietnã.

Divulgação/ Polícia da Malásia
Imagem de câmera de segurança mostra uma mulher considerada suspeita pela morte de Kim Jong-nam

"A suspeita foi identificada positivamente com base nas câmeras de segurança do aeroporto. Ela estava sozinha no momento da prisão", disse Tan Sri Khalid Abu Bakar, inspetor-geral da polícia da Malásia. Outros suspeitos, que seriam estrangeiros, estão foragidos.

Necropsia finalizada

De acordo com o responsável pela polícia no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, Abdul Aziz Ali, a necropsia no corpo da vítima foi completada nesta quarta-feira (15). No entanto, ele não informou a causa oficial da morte, nem quando ou por quem o corpo seria reivindicado.

Ainda segundo o periódico, quatro carros pertencentes à embaixada da Coreia do Norte deixaram o complexo mortuário no hospital de Kuala Lumpur pouco depois de Aziz Ali. O grupo se recusou a dar entrevistas no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos