Comprador anônimo paga R$ 127 mil por fotos inéditas de Hitler

  • C&TAuctions/BNPS

    Um Adolf Hitler sorridente caminha nos arredores de Berghof

    Um Adolf Hitler sorridente caminha nos arredores de Berghof

Um álbum de fotografias pessoais com imagens inéditas do ditador nazista Adolf Hitler foi leilado por US$ 41 mil (cerca de R$ 127 mil) na quarta-feira (14) na Inglaterra. 

As imagens, que mostram Hitler descontraído e em momentos de lazer, não poderiam ter sido publicadas durante o regime do Terceiro Reich.

"As imagens de Hitler, particularmente suas fotografias, eram controladas. Elas tinham de ser aprovadas", diz Tim Harper, consultor da C&T Leilões. Harper diz que as fotos mostram um Hitler "natural e relaxado".

"Algumas delas são divertidas e é quase certo de que elas não teriam autorização para serem publicadas. Elas são reveladoras", diz.

C&TAuctions/BNPS
Adolf Hitler lê papéis na varanda de Berghof

"Muitas poucas peças liberadas do bunker de Hitler em 1945 existem hoje no mercado", afirmou em nota  Royal Tunbridge Wells, a casa responsável pelo leilão, em um comunicado. 

O dono da casa, Matthew Tredwen, descreveu o leilão como "muito competitivo", com lances por telefone e online vindos de países como Reino Unido, EUA, Alemanha, China e África do Sul, segundo disse ao "New York Times". 

C&TAuctions/BNPS
O álbum onde as fotos foram encontradas

Segundo ele, pessoas interessadas em peças antigas do nazismo normalmente são historiadores. "Eles estão aqui literalmente para colecionar. A Segunda Guerra Mundial foi um dos maiores eventos que afetaram o mundo. As pessoas são fascinadas como o quão maléfico o Terceiro Reich foi."

O álbum inclui imagens de Hitler sorrindo perto de crianças, sendo ovacionado por multidões e ao lado dos principais membros da cúpula nazista, como Joseph Goebbels e Heinrich Himmler. As fotos tinham que ser tiradas por alguém que pudesse se aproximar do ditador e estar perto do seu círculo de contatos, afirma Harper.

C&TAuctions/BNPS
Adolf Hitler saúda populares durante comício

O álbum foi encontrado pelo fotógrafo britânico Edward Dean e pelo repórter e âncora de TV Richard Dimbleby no bunker onde Hitler passou seus últimos dias em abril de 1945. Eles entraram com um soldado russo no quarto de Eva Braun, a mulher de Hitler, onde encontraram as fotografias.

Atualmente, o álbum pertence a um colecionador anônimo. O objeto é avaliado em mais de 15 mil libras (R$ 57 mil).

Um telefone que teria pertencido a Hitler foi leiloado por US$ 240 mil no início deste ano, mas sua autenticidade é questionada. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos