Parlamentar britânico tentou salvar policial esfaqueado em atentado

Do UOL, em São Paulo

  • Stefan Rousseau/PA via AP

Tobias Ellwood, parlamentar do Partido Conservador britânico, tentou salvar um dos policiais feridos no atentado realizado na área do Parlamento. Ellwood, um ex-soldado, correu contra a direção de todos, que buscavam abrigo dentro do prédio histórico, e prestou os primeiros socorros ao policial, que posteriormente morreu.

As imagens registradas pela imprensa mostram Ellwood com as roupas e o rosto sujos de sangue. O político ainda tentou fazer massagem cardíaca e respiração boca a boca no policial assim que ele foi ferido gravemente a facadas. Depois, foi cercado por paramédicos e policiais que também tentaram ajudar a vítima até que a ambulância chegou.

Stefan Rousseau/PA via AP

Ellwood, um ex-capitão que serviu no Kuwait, tem um histórico pessoal de vítimas de terrorismo na família. Seu irmão, Jonathan, foi morto no atentado de 2002 em Bali, na Indonésia.

Uma fonte próxima ao parlamentar disse ao jornal britânico "Telegraph" que Ellwood estava bem, mas abalado após o atentado.

Xinhua/Stefan Rousseau/PA Wire/ZUMAPRESS

O policial morto é uma das quatro vítimas do ataque desta quarta-feira em Londres, incluindo o suspeito de promover o atentado. Outras 20 pessoas ficaram feridas quando o homem atropelou vários pedestres com seu veículo, incluindo três policiais, na ponte de Westminster, que leva ao Parlamento e ao Big Ben, principal atração turística da capital inglesa. 

Após o atropelamento, o homem abandou seu veículo na calçada e correu em direção às grades do Parlamento, antes de esfaquear um policial. A polícia atirou contra ele quando tentava atacar um segundo agente.

Os deputados foram confinados no Parlamento, antes de o edifício ser esvaziado. A primeira-ministra Teresa May discursava ante os parlamentares britânicos nesta tarde do ataque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos