Rússia é "cúmplice ou simplesmente incompetente", diz secretário de Estado dos EUA

Do UOL, em São Paulo

Em declarações dadas após o ataque dos EUA contra uma base aérea na Síria, o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, afirmou que a Rússia tem sido "cúmplice ou simplesmente incompetente" em sua tentativa de remover as armas químicas do governo de Bashar al-Assad. O governo russo é aliado de Assad no conflito sírio.

Segundo Tillerson, que é próximo do presidente russo, Vladimir Putin, o governo russo falhou em suas responsabilidades na Síria. Segundo ele, a ofensiva dos EUA foi proporcional e mostra que o presidente dos EUA, Donald Trump, está disposto a agir quando países "ultrapassarem os limites".

De acordo com o porta-voz do Pentágono, Jeff Davis, a base de Shayrat era usada para armazenar armas químicas usadas pelo regime de Assad desde 2013, quando um acordo mediado pelos EUA e pela Rússia foi acertado para remover todo o material. Ele afirmou ainda que o governo russo foi avisado antes do ataque dos EUA.

Horas antes do ataque americano, a Rússia advertiu sobre "consequências negativas" de uma ação militar na Síria. "É preciso pensar nas consequências negativas. Toda a responsabilidade, se há uma ação militar, estará sobre os ombros daqueles que a iniciarem", disse aos jornalistas o embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov. Perguntado sobre quais seriam essas consequências, o diplomata citou "a história" e os casos de Iraque e Líbia, onde os EUA utilizaram a força. 

Ford Williams/Marinha dos EUA/AP
Imagem fornecida pela Marinha norte-americana mostra lançamento de míssil a partir destroyer americano em ataque a base aérea síria

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos