Muçulmanos viram heróis e salvam vítimas de incêndio em prédio de Londres

Colaboração para o UOL

Muçulmanos acordados por causa do período do Ramadã podem ter sido heróis que ajudaram a salvar vidas durante o terrível incêndio que destruiu o prédio Grenfell Tower, em Londres, na noite desta terça-feira.

Moradores que conseguiram fugir das chamas disseram que não ouviram os alarmes quando o fogo atingiu o local. Em vez disso, foram alertados por vizinhos muçulmanos, que levantaram mais cedo por causa do ritual religioso e notaram que algo estava errado.

O incêndio começou pouco depois da meia-noite no horário local, quando muitas pessoas já dormiam. Em entrevista ao jornal The Independent, Andre Barroso, de 33 anos, falou sobre como foi alertado.

"Os muçulmanos desempenharam um papel importante para tirar muitas pessoas de lá. A maioria das pessoas que eu podia ver no resgate era muçulmana. Eles também forneceram roupas e comidas", contou.

O Ramadã é um período sagrado para os muçulmanos e consiste, entre outras coisas, no jejum da alvorada até o pôr-do-sol.

De acordo com o morador, muitas pessoas ainda procuram por amigos e parentes que viviam no edifício. Desde o incêndio, a ajuda tem sido grande. Diversas doações de água, comida e roupas foram feitas em uma igreja local para ajudar quem ainda aguarda por mais informações.

"Todo mundo estava preso. Foi maravilhoso ver todos se juntarem", completou Barroso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos