Reino Unido oferece permanência para cidadãos da UE após Brexit

Do UOL, em São Paulo

  • Ye Pingfan/Xinhua

    22.jun.2017 - A premiê britânica, Theresa May, chega para cúpula europeia em Bruxelas (Bélgica)

    22.jun.2017 - A premiê britânica, Theresa May, chega para cúpula europeia em Bruxelas (Bélgica)

A premiê britânica, Theresa May, afirmou nesta quinta-feira (22) a líderes europeus que irá oferecer um novo "status estável" a cidadãos da União Europeia, permitindo que eles permaneçam caso já tenham vivido no país por cinco anos, depois que Reino Unido deixe de fazer parte da UE. A medida beneficiaria cerca de três milhões de pessoas. 

A proposta foi apresentada no primeiro dia do encontro de cúpula do Conselho Europeu para discutir detalhes do chamado Brexit.

Os beneficiados manteriam direitos que têm hoje em matéria de saúde, trabalho, educação e outros benefícios. Não ficou claro, porém, qual seria a data de corte para ser incluído no novo status.

Os cidadãos europeus que chegassem ao Reino Unido após a data de corte mas antes do Brexit, em março de 2019, teriam um "período de graça" para regularizar seu status imigratório. Esse período seria de dois anos. 

 May afirmou que é uma "oferta séria e justa e com o objetivo de dar a maior certeza possível aos cidadãos enraizados no Reino Unido, para construírem suas carreiras e suas vidas". 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos