Caminhão-tanque tomba, população tenta saquear e explosão deixa 148 mortos no Paquistão

Do UOL, em São Paulo

  • Xinhua

    Cena do acidente, com caminhão danificado e corpos espalhados pelo chão

    Cena do acidente, com caminhão danificado e corpos espalhados pelo chão

Ao menos 148 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas na manhã deste domingo (25) após um caminhão-tanque que transportava combustível tombar em uma rodovia e, na sequência, explodir na cidade paquistanesa de Bahawalpur, no leste do país, na província de Punjab.

Segundo a polícia, moradores locais teriam sido atingidos pelas chamas enquanto tentavam saquear a carga. Segundo o jornal "Independent", a polícia tentou manter os aldeões afastados, mas não conseguiu. 

Há suspeita de que caminhão tenha tombado por trafegar em alta velocidade. Já testemunhas afirmaram que um pneu furou após a necessidade de uma manobra brusca, o que levou o caminhão a tombar, disse o chefe da polícia regional, Raja Riffat, à agência de notícias AFP.

O acidente aconteceu por volta das 6h30 no horário local (22h30 de sábado em Brasília), disse à agência de notícias Efe um porta-voz da Polícia local, Fida Hussain.

Xinhua
Caminhão-tanque ainda em chamas depois de explosão na manhã deste domingo

A área próxima ao incêndio estava repleta de utensílios de cozinha, panelas e recipientes que as vítimas carregavam para armazenar a gasolina.

"Os moradores da cidade vizinha de Ramzanpur Joya correram para o local do acidente com baldes e outros recipientes. Várias pessoas em motos pararam com o objetivo de recolher o combustível", disse o chefe de polícia.

"Estamos em choque. Ninguém consegue explicar o que aconteceu", disse Hafiz Sohail, que esperava para recuperar os corpos do tio e do primo de 13 anos, que morreram quando tentavam recuperar um pouco de gasolina.

"O que faremos agora com esta gasolina? Para que serviu tudo isto?", lamentou Sohail, que apontou para um balde no chão e disse ter visto o momento em que o motorista gritou, em vão, para que as pessoas se afastassem do caminhão.

Os bombeiros lutavam para controlar o incêndio, que atingiu mais de 100 veículos, entre carros, micro-ônibus e motos. De acordo com a polícia, o caminhão transportava 40 mil litros de combustível de Karachi a Lahore, a capital de Punjab.

O acidente aconteceu no momento em que muitos paquistaneses estavam nas ruas para encontrar suas famílias por ocasião do Eid al-Fitr, festividade que encerra o mês sagrado do jejum muçulmano do Ramadã.

À CNN, pouco depois do ocorrido, o Hospital Victoria, localizado em Bahawalpur, informou que tratava de 40 feridos, todos com queimaduras que atingiam até 70% de seus corpos. Pelo menos 15 estariam em estado crítico no momento.

Nas redes sociais, o primeiro-ministro do país, Mian Muhammad Nawaz Sharif, expressou profunda tristeza pela perda de vidas no incidente.

O porta-voz do Exército paquistanês, Asif Ghafoor, disse em sua conta oficial no Twitter que as Forças Armadas enviaram helicópteros ao local do evento para levar as vítimas a hospitais e centros de tratamento de queimados. "Os hospitais estão em estado de alerta", escreveu Ghafoor.

O Paquistão registra um dos índices mais altos do mundo de acidentes de trânsito devido ao péssimo estado das estradas, às deficiências dos veículos e ao fato de que os transportes públicos costumam circular sobrecarregados de passageiros. (Com agências intenacionais)

Xinhua
Veículos queimados à beira de rodovia onde caminhão-tanque tombou e explodiu

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos