PUBLICIDADE
Topo

Internacional

35 policiais se unem e terminam casa na árvore para filha de colega morto

Divulgação/New York State Police
Imagem: Divulgação/New York State Police

Colaboração para o UOL

31/07/2017 14h08

Num desfecho emocionante para um acontecimento trágico, 35 oficiais da lei de Nova York, nos EUA (policiais e patrulheiros estaduais), se uniram para terminar de construir a casa na árvore que um colega, morto em serviço, estava preparando para sua filha.

35 policiais se unem e terminam casa na árvore para filha de colega morto - Divulgação/New York State Police - Divulgação/New York State Police
Imagem: Divulgação/New York State Police

Agora, a pequena Jaila Davis terá na casa da árvore uma lembrança de seu pai, Joel.

Policial no condado de Jefferson, Joel morreu após ser baleado no início de julho, ao atender uma ocorrência de violência doméstica. Ele tinha 36 anos. O assassino de Joel, o então sargento do Exército dos EUA Justin Walters, também matou sua esposa, Nichole Walters. Ele foi preso e processado pelo homicídio doloso (com intenção de matar) das vítimas.

Joel era policial em Nova York havia quatro anos, tendo anteriormente servido como delegado do Xerife do Condado de Jefferson por 10 anos. Ele foi o primeiro policial estadual morto no cumprimento do dever desde 2006.

Participaram do mutirão oficiais ativos e aposentados da Polícia Estadual de Nova York, do Escritório do Xerife do Condado de Jefferson e da Polícia da cidade de Watertown. 

Internacional