Coreia do Norte diz que plano para atacar Guam estará pronto ainda este mês

Do UOL, em São Paulo

  • Naval Base Guam/Reuters

Em mais um episódio da guerra de palavras entre a Coreia do Norte e os EUA, Pyongyang afirmou nesta quarta-feira (9) que o plano para atacar a ilha de Guam, no Oceano Pacífico, ficará pronto até o meio do mês de agosto. Em nota, o Exército norte-coreano chamou a ameaça de Trump de "um monte de bobagens" e afirmou que "apenas a força absoluta" pode funcionar contra os EUA.

Um dia depois de prometer "fogo e fúria" a Pyongyang "como o mundo nunca viu", Trump comemorou nesta quarta no Twitter ter modernizado o arsenal nuclear dos Estados Unidos, que "agora é mais forte e poderoso do que nunca", escreveu. "Espero que nunca tenhamos que usar esse poder", acrescentou, após a sua advertência sem precedentes ao governo de Kim Jong-Un, que ameaçou atacar o território americano com mísseis nucleares.

"As forças estratégicas norte-coreanas estão examinando seriamente o plano envolvendo o lançamento simultâneo de quatro mísseis de alcance intermediário Hwasong-12 com o objetivo de interditar as forças inimigas nas maiores bases militares de Guam", diz a nota norte-coreana.

"Parece que o diálogo não é possível com um indivíduo desprovido de razão, e somente a força absoluta funcionará contra ele", acrescenta a nota, afirmando ainda que o plano de ataque contra Guam estará nas mãos de Kim Jong-un até o meio do mês de agosto, esperando pela ordem de ataque.

Analistas acreditam que Pyongyang tenha vários mísseis em seu arsenal capazes de alcançar a ilha no Pacífico. A Coreia do Norte já ameaçou antes o território americano, localizado a cerca de 3.400 km da Península Coreana, por causa de suas bases militares. No entanto, a capacidade destrutiva desses mísseis ainda não foi testada, e Guam está equipada com um sistema anti-mísseis THAAD (Terminal High Altitude Area Defense), também usado na Coreia do Sul.

Segundo a Inteligência americana, a Coreia do Norte conseguiu miniaturizar sua bomba atômica para caber em um de seus mísseis balísticos intercontinentais, testados recentemente com sucesso.

O comunicado norte-coreano detalha como seria o ataque: os foguetes de médio alcance Hwasong-12 seriam lançados do território norte-coreano, passando sobre as cidades japonesas de Shimane, Hiroshima e Koichi, voando 3.356,7 km por 1.065 segundos, atingindo o mar a 30 a 40 km de distância de Guam.

Situada no oceano Pacífico oeste, a cerca de 3.500 km da Coreia do Norte, a ilha é um avançado posto estratégico para as forças americanas, que têm aproximadamente 6.000 soldados destacados em uma base aérea e uma base naval. (Com agências internacionais)

Veja o alcance dos mísseis norte-coreanos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos