Homem processa cervejaria após sentir gosto amargo e encontrar lagartixas em lata

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/DiMarco Araujo Montevideo

    Homem processa Heineken e rede de mercado após encontrar lagartixas em lata de cerveja

    Homem processa Heineken e rede de mercado após encontrar lagartixas em lata de cerveja

Um morador de Fountain Valley, na Califórnia, está processando a Heineken e a gestora de uma rede de supermercados chamada The Kroger CO por ter encontrado dentro de sua cerveja um tempero indigesto: duas lagartixas-leopardo mortas. George Toubbeh, 49, encontrou os animais dentro de uma lata de 739 ml em agosto de 2015.

Reprodução/DiMarco Araujo Montevideo
Lagartixas foram encontradas por consumidor no fundo da lata de cerveja

Segundo Toubbeh em entrevista para o jornal "Los Angeles Times", após tomar um gole da cerveja, ele percebeu um gosto estranho. Logo em seguida começou a ter fortes dores abdominais. Quem achou os animais foi sua filha, que examinou a lata após o pai começar a passar mal.

Ele foi levado para a emergência onde foi tratado com um sedativo e um remédio contra a náusea. Já os animais foram levados para o advogado John Montevideo, que representa Toubbeh. Ele pediu a avaliação de um biólogo. Nos autos do processo, consta que eles estavam pouco decompostos e que provavelmente estavam vivos quando a bebida foi colocada na garrafa e selada.

A Heineken dos Estados Unidos diz que as acusações não procedem. Em comunicado, a empresa se defendeu afirmando que a empresa prima pela segurança e integridade de seus produtos no maior nível possível: "Investigamos o caso isolado e baseado em vários fatores, nós acreditamos que não há mérito na reclamação".

O advogado de Toubehh discorda e diz que a ação é viável. O dinheiro da indenização seria para pagar os danos sofridos, os gastos médicos, possíveis ganhos perdidos e os custos com o trabalho da advocacia.

A lagartixa-leopardo (Eublepharis macularius) é um réptil originário da Ásia, natural dos desertos do Paquistão, Índia, Irã e Afeganistão. Ela vem sendo criada nos Estados Unidos para servir como animal de estimação. No Brasil, a comercialização da espécie é proibida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos