Irma perde força nos EUA. Mas outro furacão pode mudar rota e vira nova ameaça

Colaboração para o UOL

  • AFP PHOTO / NOAA/RAMMB / Handout

    Furacão Irma causou estragos. Especialistas analisam rumo de uma nova tormenta

    Furacão Irma causou estragos. Especialistas analisam rumo de uma nova tormenta

Países da América Central e da América do Norte podem sofrer em breve com a passagem de um novo furacão. Depois de Harvey, Katia e Irma, a ameaça agora é José, que pode mudar seu curso no Oceano Atlântico e alcançar regiões povoadas. As informações são do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), órgão meteorológico norte-americano.

Em um primeiro momento, o José não atingiu as ilhas de Pequenas Antilhas, localizadas pouco acima da Venezuela, mas o rastro analisado por meteorologistas indica que ele pode fazer um giro e se dirigir para as Bahamas e depois atingir a Flórida, no sul dos Estados Unidos. Atualmente, o José está na categoria 2 - apresenta ventos máximos sustentados de 169 km/h.

A expectativa é que a tormenta dure cinco dias. Na previsão mais pessimista de especialistas, o fenômeno natural também iria chegar aos estados da Geórgia e da Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

De acordo com o jornal "Orlando Sentinel", esse giro estudado para o José aconteceu uma vez no passado, com o furacão Jeanne, em 2004. Na ocasião, esperava-se que o fenômeno ficasse apenas no Oceano Atlântico, mas a mudança de direção fez com que ele chegasse à Flórida.

Há também uma possibilidade menos dramática. De acordo com o NHC, o giro previsto do José pode dirigi-lo para as águas do Atlântico Norte e poupar os países do Caribe e os EUA.

Além disso, o NHC advertiu sobre a formação de uma onda tropical a várias centenas de quilômetros ao oeste-sudoeste das ilhas de Cabo Verde.

Furacão Irma

Durante a passagem pelo Caribe na última semana, o furacão Irma deixou ao menos 27 mortos. O fenômeno atingiu o estado norte-americano da Flórida no último domingo (10), já com força reduzida de 3 para 2. Dois policiais morreram em serviço. O furacão, que atingiu a Flórida neste domingo (10), perdeu força. "Ainda que seja seu enfraquecimento, espera-se que Irma permaneça como furacão pelo menos até a manhã de segunda-feira", apontou o NHC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos