Terremoto causa desabamento de prédios na Cidade do México

Do UOL, em São Paulo

O terremoto de magnitude 7,1, ocorrido na tarde desta terça-feira (19) no México, causou o desabamento de ao menos 44 edifícios, segundo Carlos Valdés, diretor do Cenapred (Centro Nacional de Prevenção de Desastres). O epicentro do tremor foi nos arredores de Axochiapan, no Estado de Morelos, a cerca de 120 km da capital, segundo o Serviço Nacional mexicano.

De acordo com informações relatadas por uma autoridade de proteção civil a uma rede de televisão local, pessoas ficaram presas dentro de várias construções que se incendiaram na Cidade do México, onde os fortes tremores também foram sentidos. A capital declarou emergência. 

A televisão mexicana e as mídias sociais mostraram que alguns edifícios desabaram e carros ficaram esmagados por escombros. 

Uma clínica de medicina alternativa de cinco andares desabou quase por completo e três feridos foram resgatados entre os escombros, enquanto voluntários buscavam mais pessoas. Uma escola também desmoronou, esmagando pelo menor dois carros.

"Chegamos ao colégio e todo mundo [estava] chorando, todo mundo [ficou] desesperado e as crianças [ficaram] agarradas a uma corda", contou à AFP Jorge López, de 49 anos, que estava com os filhos de 6 e 3 anos.

No sul da cidade, em Coyoacán, a Igreja de São João Batista sofreu danos em uma das suas torres, enquanto em Xochimilco desabou a paróquia de San Bernardino.

Nos vídeos abaixo, postados no Twitter por pessoas que estavam na Cidade do México no momento do terremoto, é possível ver a poeira levantada pelos escombros de edifícios que desabaram na capital mexicana, bem como a queda de alguns prédios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos