Ex-república soviética impõe regras de comportamento para funeral

Da Associated Press

  • Getty Images

O Tadjiquistão, uma ex-república da União Soviética, impôs regras de como os cidadãos devem se comportar nos funerais, o que inclui não usar roupas pretas ou fazer barulho ao chorar.

Apesar do país ser majoritariamente muçulmano, o governo do presidente Emomali Rakhmon tem tomado medidas contra comportamentos que são comumente associados ao fundamentalismo islâmico. A polícia teria cortado a barba de dezenas de milhares de homens à revelia e o país proibiu que qualquer pessoa com menos de 40 anos de realizar a peregrinação a Meca, na Arábia Saudita.

Arte UOL

Um folheto distribuído pelo Comitê de Assuntos Religiosos do governo este mês diz que não se pode usar carpideiras contratadas e que aqueles que estão em luto não podem arrancar seus cabelos o arranhar seu rosto, de acordo com agências de notícias russa e tadjique.

O Tadjiquistão enfrentou uma dura guerra civil de cinco anos contra forças rebeldes de inspiração islâmica. O conflito terminou em 1997.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos