PUBLICIDADE
Topo

Internacional

O que se sabe sobre o arsenal nuclear que ainda ameaça o mundo

Teste nuclear realizado pelos Estados Unidos em Nevada, em 25 de maio de 1953, conhecido como "Grable" - DSWA-DASIAC/REUTERS
Teste nuclear realizado pelos Estados Unidos em Nevada, em 25 de maio de 1953, conhecido como "Grable" Imagem: DSWA-DASIAC/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

06/10/2017 11h25

Cerca de 15 mil armas nucleares ainda ameaçam o mundo, segundo a "Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares" (Ican, na sigla em inglês), que ganhou o Prêmio Nobel da Paz 2017 nesta sexta-feira (6) em Oslo, na Noruega.

Cerca de 4.150 estão atualmente implantadas e prontas para serem usadas; 5.300 estão armazenadas em estoque; 5.500, dos arsenais russos e norte-americano, estão aguardando para serem desmontadas, mas permanecem intactas.

A escolha do Comitê do Nobel equivale a um alerta para os nove países que possuem arsenal nuclear no mundo. Apesar de a Ican, parceira de 468 organizações em 101 países, ter conseguido promover o Tratado de Proibição de Armas Nucleares --assinado por 122 países na ONU, em julho--, ele não foi ratificado pelas nove nações que possuem arsenal nuclear (EUA, Rússia, França, Reino Unido, China, Paquistão, Índia, Israel e Coreia do Norte).

A ameaça nuclear nasceu na Segunda Guerra Mundial e assustou o mundo quando duas bombas lançadas pelos Estados Unidos foram jogadas nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, em agosto de 1945, matando cerca de 200 mil pessoas.

Desde então, nenhum país voltou a fazer uso de uma arma nuclear, mas a Guerra Fria acelerou o desenvolvimento delas, muito mais potentes do que as que devastaram Hiroshima e Nagasaki. Estados Unidos e União Soviética foram os principais desenvolvedores desse tipo de arma, e ainda hoje os governos norte-americano e russo são donos de 92% do arsenal mundial. O estoque atingiu seu auge em 1986, quando havia 70.300 armas nucleares no mundo, a grande maioria das duas potências.

O que se sabe sobre o programa nuclear da Coreia do Norte

AFP

A grande preocupação mundial, no entanto, é relacionada ao potencial nuclear da Coreia do Norte, ainda desconhecido. O regime de Kim Jong-un já realizou seis testes nucleares, o último deles em setembro deste ano --e que, segundo especialistas, pode ter sido realizado com uma bomba de hidrogênio, de potencial ainda mais destruidor. Os testes acenderam o sinal vermelho para os Estados Unidos, principal antagonista do regime norte-coreano.

O Irã é um caso particular. Suspeito pela comunidade internacional de procurar desenvolver a arma atômica na década de 2000, Teerã concluiu em julho de 2015 um acordo com as principais potências que garante a natureza civil de seu programa nuclear, em troca de um levantamento progressivo das sanções internacionais. O presidente Donald Trump, no entanto, ameaça não certificar o acordo perante o Congresso americano.

Veja os detalhes do arsenal nuclear dos nove países:

 

Bandeira da Rússia - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Rússia

Total de armas nucleares: 7.000

Armas nucleares operacionais: 4.300

Testes nucleares: 715, entre agosto de 1949 e outubro de 1990

 

Bandeira Estados Unidos, EUA, América, americano, americana, visto, economia, internacional - J. Scott Applewhite/AP - J. Scott Applewhite/AP
Imagem: J. Scott Applewhite/AP

EUA

Total de armas nucleares: 6.800

Armas nucleares operacionais: 4.000

Testes nucleares: 1.030, entre julho de 1945 e setembro de 1992

 

Mídia indoor, frança, Frances, francesa, bandeira, nacional, nação, país, união, Estado, migração, imigração, símbolo, moeda, dinheiro, economia - Shutterstock - Shutterstock
Imagem: Shutterstock

França

Total de armas nucleares: 300

Armas nucleares operacionais: 300

Testes nucleares: 210, entre fevereiro de 1960 e janeiro de 1996

 

Bandeira da China - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

China

Total de armas nucleares: 270

Armas nucleares operacionais: 270

Testes nucleares: 45, entre outubro de 1964 e julho de 1996

 

Bandeira do Reino Unido - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Reino Unido

Total de armas nucleares: 215

Armas nucleares operacionais: 215

Testes nucleares: 45, entre outubro de 1952 e novembro de 1991

 

Bandeira do Paquistão - Paquistaneses festejam dia da independência do país, em Peshawar, 14 de agosto de 2017 - AFP PHOTO / ABDUL MAJEED  - AFP PHOTO / ABDUL MAJEED
Imagem: AFP PHOTO / ABDUL MAJEED

Paquistão

Total de armas nucleares: 130

Armas nucleares operacionais: 130

Testes nucleares: 2, em maio de 1998

 

Bandeira da Índia tremula - Themba Hadebe/AP - Themba Hadebe/AP
Imagem: Themba Hadebe/AP

Índia

Total de armas nucleares: 120

Armas nucleares operacionais: 120

Testes nucleares: 3, entre maio de 1974 e maio de 1998

 

bandeira do Estado de Israel - Shutterstock - Shutterstock
Imagem: Shutterstock

Israel

Total de armas nucleares: 80

Armas nucleares operacionais: 80

Testes nucleares: desconhecido (nenhum teste foi confirmado)

 

Bandeira da Coreia do Norte - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Coreia do Norte

Total de armas nucleares: desconhecido

Armas nucleares operacionais: desconhecido

Testes nucleares: 6, entre outubro de 2006 e setembro de 2017

Entenda como são realizados os testes nucleares subterrâneos

AFP

Internacional