Não há mais ameaça nuclear da Coreia do Norte, diz Trump

Do UOL, em São Paulo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou logo após desembarcar em Washington nesta quarta-feira (13) que a "ameaça nuclear" da Coreia do Norte não existe mais, no dia seguinte após sua cúpula com o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, em Singapura.

Pelo Twitter, Trump comemorou a reunião, que chamou de "experiência positiva". Em uma declaração assinada pelos dois líderes, Kim se comprometeu com a 'desnuclearização' da península coreana, apesar de não fornecer mais detalhes de como ou em quanto tempo isso será feito.

"Desembarquei agora. Uma viagem longa, mas todos podem se sentir muito mais seguros do que quando eu assumi. Não há mais ameaça nuclear da Coreia do Norte. O encontro com Kim Jong-un foi muito interessante, uma experiência muito positiva. A Coreia do Norte tem um grande potencial para o futuro", escreveu Trump.

"Antes de assumir, as pessoas estavam imaginando que entraríamos em guerra com a Coreia do Norte. O presidente Obama disse que a Coreia do Norte era nosso maior e mais perigoso problema. Não mais. Durma bem esta noite!", acrescentou.

O Air Force One pousou na base aérea de Andrews, na região de Washington, e Trump acenou para as pessoas que estavam no local ao descer da aeronave. Aparentemente ele publicou os tuites durante a aterrissagem.

Leia mais:

O rápido desenvolvimento nuclear e balístico da Coreia do Norte, que realizou seu primeiro teste nuclear em 2006, antecedeu as negociações de paz entre o país, os Estados Unidos e a Coreia do Sul. A ameaça foi acelerada no ano passado quando o regime norte-coreano fez um teste bem-sucedido de um míssil intercontinental que, segundo especialistas, teria potencial de atingir grandes cidades dos Estados Unidos.

Trump já havia feito declaração parecida no Twitter, na noite de terça-feira, dizendo que a cúpula em Singapura ajudou a livrar o mundo da "catástrofe nuclear". "O mundo deu um grande passo atrás de uma catástrofe nuclear em potencial! Não há mais lançamentos de foguetes, testes nucleares ou pesquisas! Os reféns estão de volta em casa com suas famílias. Obrigado ao presidente Kim, nosso dia juntos foi histórico!"

Na cúpula, Trump enfatizou o que o regime comunista fechado da Coreia do Norte tem a ganhar abandonando suas armas nucleares e reingressando na comunidade internacional - um assunto que ele retornou no Twitter.

"Não há limite para o que a Coreia do Norte pode alcançar ao desistir de suas armas nucleares e abraçar o comércio e o engajamento com o mundo. O presidente Kim tem diante de si a oportunidade de ser lembrado como o líder que inaugurou uma nova era gloriosa de segurança e prosperidade para seus cidadãos!", escreveu.

"Quero agradecer ao presidente Kim por dar o primeiro passo ousado em direção a um novo futuro brilhante para o seu povo."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos