Topo

CEO's de 145 empresas dos EUA escrevem ao Senado e pedem controle de armas

Pistola Glock 9mm  - AP Photo/Don Petersen
Pistola Glock 9mm Imagem: AP Photo/Don Petersen

Do UOL, em São Paulo

12/09/2019 14h38

Os líderes de 145 companhias dos Estados Unidos escreveram uma carta para o Senado do país hoje (12) pedindo para que o governo tome atitudes em relação a um maior controle de armas. A informação foi divulgada pelo site da rede NBC.

O pedido foi motivado após os recentes ataques em Chicago e Virgínia. Os CEO's definiriam a situação como um caso de "crise mental pública". Eles também disseram que a violência das armas é algo que pode ser evitado.

"É por isso que pedimos ao Senado para vir diante ao povo americano e tomar medidas para segurança de armas, aprovando um projeto de lei para exigir verificações de antecedentes em todas as vendas de armas e uma forte lei que permitiria que os tribunais emitissem uma proteção extrema contra riscos", diz a carta.

Além disso, o pedido é de que seja feita uma petição para evitar que qualquer pessoa possa comprar armas temporariamente.

"A proposta é de senso comum, altamente apoiada pelo povo norte-americano. É hora de o Senado tomar uma atitude", cobrou a carta.

Mais Internacional