Topo

Crianças foram expostas a níveis alarmantes de chumbo após Notre-Dame

Catedral pegou fogo em abril - Fabien Barrau/AFP
Catedral pegou fogo em abril Imagem: Fabien Barrau/AFP

Do UOL, em São Paulo

16/09/2019 16h21

Mais de 6.000 crianças com menos de seis anos de idade foram expostas a níveis alarmantes de poeira de chumbo após o incêndio da Catedral de Notre-Dame em abril, segundo um relatório divulgado pelo The New York Times. As crianças que foram expostas ao chumbo vivem a cerca de 800 metros da catedral incendiada.

Uma reportagem feita pelo jornal norte-americano revelou que uma "poeira perigosa" se alastrou pelas ruas da capital francesa quando o fogo atingiu o teto da igreja.

O relatório foi feito com base em documentos confidenciais e revelou que as autoridades "tinham indicações" de que a exposição ao chumbo poderia ser um problema até 48 horas após a extinção do fogo.

Porém, os testes para medir o chumbo começaram apenas um mês depois do fogo. Esses testes determinaram que pelo menos 18 creches, pré-escolas e escolas primárias tinham níveis de pó de chumbo acima do padrão do país para edifícios que abrigam crianças.

Em agosto, o governo iniciou um trabalho de descontaminação nas escolas próximas à catedral.

Mais Internacional