PUBLICIDADE
Topo

Recém-casados estão entre vítimas queimadas por vulcão na Nova Zelândia

A ilha, também conhecida por seu nome indígena Maori, Whakaari, é um destino popular para turistas - Xinhua/Tian Ye
A ilha, também conhecida por seu nome indígena Maori, Whakaari, é um destino popular para turistas Imagem: Xinhua/Tian Ye

Do UOL

11/12/2019 13h25

Um casal recém-casado, que estava em lua de mel, está entre as vítimas atingidas pelas chamas após a erupção de um vulcão na Ilha Branca, na Nova Zelândia, na segunda-feira (9).

Segundo a emissora norte-americana CBN News, Lauren e Matthew Urey foram levados ao hospital com queimaduras severas e continuavam em tratamento até a noite de ontem.

Segundo a emissora, Lauren chegou a conversar com os pais pouco antes de sair para conhecer a ilha. "Meu marido disse [a ela]: 'Espero que não seja um vulcão ativo', e ela falou que se houvesse algum risco 'não nos deixariam sair'".

A mãe, Barbara, contou ao WTVR que o casal vive em Richmond, na Virgínia, nos Estados Unidos, e que estava passando a lua de mel em um cruzeiro da Royal Caribbean.

"É totalmente inacreditável que algo assim aconteça e que não podemos conversar com nossa filha", lamentou o pai de Lauren, Rick.

Entenda o caso

A erupção ocorreu às 14h11 (22h11 de domingo no horário de Brasília), lançando uma coluna de cinzas espessa de 3,6 km no ar.

Os socorristas chegaram poucos minutos depois da erupção e conseguiram levar 34 pessoas para um local seguro, mas muitas foram queimadas, algumas com queimaduras graves e danos no sistema respiratório.

Segundo a polícia, quase 50 pessoas visitavam a Ilha Branca quando ocorreu a explosão, que lançou uma grande quantidade de cinzas e pedras no ar.

Os mortos "são os cinco que foram resgatados da ilha mais cedo", disse o vice-chefe de polícia John Tims.

Tims acrescentou que 18 pessoas estão recebendo atendimento médico, incluindo alguns com queimaduras graves, e que não houve contato com outro grupo de pelo menos 10 pessoas que permaneceu na ilha após a erupção.

A ilha, também conhecida por seu nome indígena Maori, Whakaari, é um destino popular para turistas. Fica a cerca de 48 quilômetros da costa da Ilha Norte da Nova Zelândia.

Internacional