PUBLICIDADE
Topo

Kim Jong-un recebeu Moção de Louvor na Câmara Municipal do Rio

Líder norte-coreano, Kim Jong-un, passeia a cavalo na neve do Monte Paektu, montanha sangrada onde Kim costuma ir antes de uma decisão política - KCNA via Reuters
Líder norte-coreano, Kim Jong-un, passeia a cavalo na neve do Monte Paektu, montanha sangrada onde Kim costuma ir antes de uma decisão política Imagem: KCNA via Reuters

Do UOL, em São Paulo

12/12/2019 15h49

Líder da República Popular Democrática da Coreia, a Coreia do Norte, Kim Jong-un recebeu no mês passado uma homenagem na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

A Moção de Louvor e Reconhecimento foi feita no dia 29 de novembro e registrada no último dia 10 pela KCNA, agência estatal da Coreia do Norte.

A moção foi requerida pelo vereador Leonel Brizola (PSOL) pelo "esforço de seu povo e de seu Máximo Dirigente, Excelentíssimo Senhor Kim Jong-un, na luta pela reunificação da Coreia e a necessária busca da paz mundial", diz a homenagem.

No dia 29, a moção foi entregue ao embaixador do país em Brasília, Kim Chol-hok, durante reunião com Brizola.

Segundo a KCNA, "o Líder Supremo, Kim Jong Un, recebeu o certificado 'Moção de Louvor e Reconhecimento'", apontando ainda que o tributo é "concedido a pessoas que prestaram serviços importantes no Brasil".

De acordo com a Anistia Internacional, as autoridades da Coreia do Norte são responsáveis por violações dos direitos humanos, no que representa uma das ditaduras mais repressoras do planeta.

Entre as violações estão prisões políticas, com execuções sumárias e condições desumanas. A ONU aponta ainda restrições à liberdade de movimento e de expressão na Coreia do Norte.

Internacional