PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Mulher é presa por enviar cartas com fotos de dois homens nus nos EUA

Sarah Pharis foi liberta ontem após pagar fiança de US$ 15 mil (cerca de R$ 79 mil) - Reprodução/KPLC 7 News
Sarah Pharis foi liberta ontem após pagar fiança de US$ 15 mil (cerca de R$ 79 mil) Imagem: Reprodução/KPLC 7 News

Do UOL, em São Paulo

15/01/2021 18h25

Uma mulher de 32 anos foi presa pela segunda vez sob a suspeita de enviar cartas com fotos nuas de dois homens pelos correios, nos EUA. Sara Pharis, que já havia sido presa em dezembro, foi detida novamente ontem após os investigadores reconhecerem que havia outra vítima nas fotos enviadas nas cartas. A mulher pagou uma fiança no valor de US$ 15 mil (cerca de R$ 79 mil) e aguarda o julgamento em liberdade.

A moradora do estado de Luisiana foi presa pela primeira vez no último dia 28 após enviar cartas com fotos de um homem nu, que não foi identificado, para ao menos 30 pessoas.

Kayla Vincent, porta-voz do escritório do Gabinete do xerife da Paróquia de Calcasieu, disse que a mulher viajou para o Texas para enviar as cartas com as fotos. Na ocasião, Sarah foi presa, mas libertada após pagar US$ 75 mil (R$ 397 mil) definida pela juíza Sharon Wilson.

De acordo com o site do canal KPLC, ontem, Sarah foi presa novamente depois que os investigadores descobriram que no lote de cartas enviadas pela mulher havia uma segunda vítima.

A mulher agora enfrenta 180 acusações de divulgação não consensual de imagem privada. Sarah foi liberta ainda ontem após pagar mais uma fiança, desta vez, no valor de US$ 15 mil (cerca de R$ 79 mil) definida pelo juiz Tony Fazzio e aguarda a sua próxima audiência no tribunal.

Segundo o site Metro UK, os investigadores do caso não revelaram a relação de Sarah com os homens nus que aparecem nas fotos enviadas pela mulher. Os oficiais também não revelaram a motivação dos crimes, e nem para quais pessoas as cartas foram enviadas.

Internacional