PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Motorista salva menina de 2 anos que caiu do 12º andar de prédio no Vietnã

A menina foi salva por um motorista após cair do 12º do prédio em que mora no Vietnã - Reprodução/Twitter/@DaiAChauTuDo
A menina foi salva por um motorista após cair do 12º do prédio em que mora no Vietnã Imagem: Reprodução/Twitter/@DaiAChauTuDo

Do UOL, em São Paulo

03/03/2021 08h23

Uma menina de dois anos caiu da varanda do 12º andar do prédio em que mora no Vietnã. A garota foi salva por um motorista que a pegou nos braços no exato momento que ela caiu do edifício no último domingo (28), na capital Hanói.

Nguyen Ngoc Manh, de 31 anos, estava dentro de seu veículo à tarde, aguardando para fazer uma entrega em um prédio quando escutou a criança chorando. Inicialmente, o homem pensou que seria algum tipo de birra, mas logo ouviu outras pessoas gritando.

Manh abaixou a janela do veículo para olhar e notou que havia uma criança "pendurada no 12º andar, prestes a cair". Em uma ação desesperada, o entregador escalou uma parede de dois metros que o separava do prédio e tentou pensar onde a menina cairia.

"Escalei a parede e vi que ela poderia cair no telhado metálico da casa usada para armazenar os geradores elétricos do complexo, então tentei subir em cima dela. Consegui, mas não fiquei firme pois o telhado estava torto", explicou Manh.

Segundo o site VN Express International, o entregador, que lamentou não ter achado uma forma melhor para pegar a criança, acabou escorregando no telhado ao mesmo tempo que a menina começou a querer cair do prédio.

Rapidamente Manh levantou, se lançou para a frente e agarrou a garota. O impacto da queda foi tão forte que deixou uma marca no telhado metálico. Quando a menina foi pega, ela não chorou, mas escorria sangue de sua boca.

"Ela se parecia muito com minha filha em casa. Eu estava tão confuso, só consegui dizer a ela 'por favor, por favor, estou aqui agora'", comentou o entregador.

O caso aconteceu em menos de dois minutos e, após a queda, Manh entregou a menina a um segurança do condomínio. O herói foi embora sem deixar seu contato, mas a família da garota conseguiu contatá-lo para falar sobre o estado de saúde dela.

Os médicos do Hospital Nacional de Crianças, onde a menina está internada, disseram na segunda-feira (1º) que ela deslocou o quadril na queda, mas não teve outros ferimentos mais graves. Le Ngoc Duy, médico do local, contou que a criança está engessada e sob cuidados de profissionais que analisam um próximo tratamento para a recuperação completa dela.

O entregador, que é pai de duas crianças, contou que está sendo chamado de herói pela sua atitude, mas que não gosta do título e pondera que ainda não se sente confortável por estar recebendo dinheiro de algumas pessoas.

"Não me vejo como um herói. Só quero fazer o bem. Alguns me enviaram dinheiro através do meu número de telefone. Isso me desorienta. Não quero receber nenhum dinheiro que não ganhei sozinho."

Manh ainda declarou que visitará a menina assim que ela tiver alta do hospital e, se necessário, adotaria a criança já que deseja "ter o máximo de filhos possível".

Internacional