PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
5 meses

'Vulcão de lama' causa explosão no Mar Cáspio, diz estatal do Azerbaijão

Companhia estatal do Azerbaijão afirmou que suas plataformas não foram danificadas - Reprodução/ Twitter
Companhia estatal do Azerbaijão afirmou que suas plataformas não foram danificadas Imagem: Reprodução/ Twitter

Do UOL, em São Paulo

05/07/2021 15h35Atualizada em 05/07/2021 15h45

Uma forte explosão aconteceu no Mar Cáspio na noite de ontem em uma área repleta de plataformas de petróleo e gás na costa do Azerbaijão, ao sul da capital Baku.

O incêndio gerou uma enorme coluna de fogo, vista a quilômetros de distância. Apesar disso, a estatal petroleira do país afirmou que nenhuma de suas plataformas foram danificadas, de acordo com a Associated Press.

Conforme reporta o jornal britânico The Guardian, a causa da explosão que provocou a enorme coluna de fogo no céu não foi identificada de imediato. Contudo, a Socar (Companhia de Petróleo Estatal da República do Azerbaijão) disse que informações preliminares indicam que o incêndio pode ter vindo de um vulcão de lama.

O Mar Cáspio tem uma alta concentração desses vulcões que expelem lama e gases inflamáveis.

Hoje, Ibrahim Ahmadov, porta-voz da Socar, afirmou para a agência de notícias Interfax-Azerbaijão que uma equipe da empresa encontrou um vulcão de lama em chamas na ilha desabitada de Dashly, distante cerca de 30 quilômetros da costa do país, entre as cidades de Alat e Neftchala.

A agência de notícias Associated Press também informa que o Ministério de Emergência do Azerbaijão disse que o vulcão continuou "queimando" na manhã de hoje, mas que o fogo "não representa uma ameaça para a infraestrutura de petróleo e gás do mar e outros objetos, ou para a vida das pessoas".

Outras explosões no mar

É possível que casos como o do Mar Cáspio já tenham acontecido nas proximidades. O jornal britânico The Guardian procurou Mark Tingay, especialista em vulcões de lama e professor adjunto da Universidade de Adelaide, na Austrália, para falar sobre a explosão no Azerbaijão.

Ele disse que a explosão "certamente poderia ser um vulcão de lama" e que o local "se encaixa perfeitamente" em um vulcão de lama chamado Makarov Bank. Esse vulcão explodiu em 1958 gerando uma coluna de chamas com mais de 500 metros de altura e 150 metros de largura.

A explosão de ontem no Azerbaijão chama atenção por ocorrer após quase três dias do vazamento em um oleoduto subaquático que provocou um incêndio nas águas do Golfo do México na última sexta-feira (2), cujo fogo foi controlado após cinco horas e meia.

Internacional