PUBLICIDADE
Topo

Internacional

11 funcionárias de hospital ficam grávidas ao mesmo tempo: 'Algo único'

Funcionárias grávidas do Liberty Hospital  - Reprodução/Facebook Liberty Hospital
Funcionárias grávidas do Liberty Hospital Imagem: Reprodução/Facebook Liberty Hospital

Do UOL, em São Paulo

14/05/2022 04h00

Dez enfermeiras e uma médica de um hospital em Missouri (EUA) ficaram grávidas ao mesmo tempo, sem que houvesse planejamento para isso. A situação inusitada ocorreu no Liberty Hospital e foi noticiada pelo jornal norte-americano Good Morning America.

"Há muitas enfermeiras dizendo que não vão beber a água [daqui]", disse Hannah Miller, 29, mencionando uma brincadeira de que a água poderia conter alguma substância que engravidasse as mulheres. "Uma das enfermeiras realmente trouxe sua própria garrafa de água na outra noite".

Entre as gestantes, está a médica Anna Gorman, que aguarda a chegada do segundo filho. "Eu acho que é [algo] realmente único porque estamos todas na mesma unidade", disse a ginecologista. "Com certeza isso acontece, mas é muito emocionante quando é tão grande."

A maioria das enfermeiras grávidas é do Centro de Parto da unidade de saúde. Alex Atcheson, 29, que atua com trabalho de parto, disse que as funcionárias estão se unindo por causa da experiência de gestação em simultâneo. "Esta é definitivamente uma ótima experiência e é algo que eu sinto que provavelmente vai nos unir por toda a vida", disse ela. "Tem sido ótimo ter umas às outras para apoiar e passar pela gravidez juntas".

A enfermeira espera o terceiro filho e descobriu que estava grávida na mesma época que a colega de trabalho Alison Harrell, 30. "Alex e eu descobrimos muito cedo que deveríamos ter bebê no mesmo dia. Então, começamos a fazer uma lista de todas as grávidas, que continuaram aumentando com o passar do tempo", contou. Elas estão com 37 semanas e devem dar à luz nas próximas semanas. A criança que deve vir na sequência é a da enfermeira Katie Bestgen, cujo parto está previsto para julho.

A última funcionária que entrou para a lista de grávidas foi Christen Burns, 26. "Acho que foi mais emocionante me adicionar ao grupo e ter todo mundo ali comigo", disse ela, que está à espera do primeiro filho. Ela ainda contou que o grupo está sendo muito "útil" devido às informações compartilhadas entre elas. "É bom que haja pessoas ao meu redor passando pela mesma coisa, com certeza."

Therese Byrum, 27, afirmou que ao menos duas funcionárias grávidas trabalharam juntas durante um mesmo turno recentemente e que já houve situações em que todas as grávidas estavam no mesmo turno. A enfermeira obstétrica, que já é mãe de três, será uma das últimas funcionárias a dar à luz. A quarta criança deve chegar em novembro.

Internacional